Samsung vai "arriscar tudo" para conseguir competir com a Xiaomi e Huawei

Vitor Urbano
1 comentário

Ainda que continue a manter o título de "maior fabricante do mundo", a Samsung tem visto as suas margens cair a um ritmo assustador, muito graças ao crescimento de fabricantes como a Xiaomi e Huawei. Para tentar reconquistar as suas confortáveis margens, a fabricante está a preparar uma estratégia extremamente arriscada.

De acordo com informações avançadas pela Reuters, a Samsung está a preparar uma nova estratégia, que passa por transferir a produção de grande parte dos seus smartphones para uma fabricante chinesa. Curiosamente, esta fabricante — Wingtech — é já responsável pela produção de vários smartphones da Huawei e Xiaomi.

Samsung Galaxy A20

Samsung continua a perder terreno nos maiores mercados do mundo

Atualmente, a Índia e China apresentam-se como os dois maiores mercados do mundo no que respeita à venda de smartphones e a Samsung continua a ver o seu domínio ameaçado em ambos.

No mercado indiano, a Xiaomi e Realme são as suas maiores ameaças, continuando a lançar no mercado smartphones que oferecem uma relação preço/qualidade quase impossível de rivalizar. Já na China, a Huawei apresentou um crescimento impressionante, como resultado direto da 'guerra aberta' com os Estados Unidos.

O relatório da Reuters revela que cerca de 1/5 da produção de smartphones Samsung irá ser assumida pela Wingtech. Desta forma, a fabricante vai conseguir reduzir consideravelmente os custos de produção, o que deverá refletir-se no preço dos seus smartphones. No entanto, é importante realçar que esta estratégia irá focar-se nos smartphones gama-média/baixa e não nos seus topos de gama.

Nova estratégia da Samsung pode resultar em smartphones de menor qualidade

Para conseguir competir com os preços praticados pelas fabricantes chinesas, é necessário reduzir os custos de produção dos seus smartphones. Mas é importante manter uma supervisão apertada para que isso não resulte na redução da sua qualidade.

Um representante da Samsung afirmou em entrevista à Reuters que irão manter uma supervisão apertada sob a produção dos seus smartphones. Ainda assim, estas fabricantes têm uma grande tendência em "apostar em atalhos" na produção de smartphones para conseguir reduzir custos. Obviamente, estas estratégias podem resultar em smartphones de menor qualidade.

Mesmo com preços superiores aos da concorrência, os smartphones da Samsung continuam a apresentar números de vendas impressionantes, muito graças à sua qualidade e também confiança dos utilizadores na marca.

Caso comecem a surgir casos que provem uma degradação na qualidade dos equipamentos, a fabricante poderá ver-se em "maus lençóis".

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.