OLED Samsung CES 2018 Samsung The Wall TV Micro LED 146 polegadas 2 QLED
Uma “pequena” TV de 146 polegadas, só isso! E várias outras aplicações para os seus QLED

Apesar de ser a maior produtora mundial de ecrãs / painéis AMOLED, a Samsung recusa-e a aplicar esta tecnologia às suas TV’s. Até ao momento a marca continua de pé atrás no que à utilização de ecrãs OLED para as televisões, preferindo os painéis QLED. Agora, um novo relato oriundo da Coreia do Sul indica uma mudança de postura no desenvolvimento e produção de TV’s OLED da Samsung.

Segundo esta fonte, a ordem veio do topo, o nº2 da Samsung, Lee Jae-yong terá ordenado uma revisão completa do setor de TV’s OLED. Departamento que quer ver revitalizado. Esta foi uma das suas primeiras decisões desde que foi libertado da prisão. Posto isto, em breve poderemos ter uma nova Samsung OLED TV.

Vê ainda: Galaxy S9. Leak de imagens revela as últimas surpresas!

Em primeiro lugar, o que é o OLED? A sigla refere-se a organic light emitting diode ou diodo orgânico emissor de luz. Tecnologia fundamentalmente diferente dos ecrãs LCD (display de cristal líquido). Note-se que os ecrãs OLED emitem luz. Isto significa que cada pixel emite a sua própria luz.

Já por outro lado, a sigla (acrónimo) QLED refere-se ao quantum dot LED ou (Quantum Dot Light Emitting Diode). Neste momento é uma tecnologia que necessita de uma retro-iluminação a LED’s porque os pixéis em si não são capazes de emitir a sua própria luz. Por outras palavras, dependem de uma retro-iluminação.

Samsung volta a olhar para a tecnologia OLED para TV’s

São duas tecnologias fundamentalmente diferentes e aqui a Samsung continua a afirmar que os ecrãs QLED oferecem um desempenho superior aos ecrãs OLED. Todavia, existem versões da sua tecnologia QLED que são muito mais semelhantes aos painéis LCD convencionais do que aos ecrãs OLED. Agora, a alta cúpula da fabricante sul-coreana terá ordenado uma revitalização e reforma do departamento de televisões OLED, algo que tinha sido praticamente abandonado com a adopção do QLED.

Até agora a Samsung aposta nos QLED para TV’s

Samsung The Wall TV Micro 1 LED 146 polegadas televisão modular QLED
Esta é a primeira televisão modular. O futuro da marca passará por aqui, o micro LED

Note-se que a Samsung apresenta-nos as suas televisões QLED como sendo muito superiores aos ecrãs OLED. A marca afirma que a tecnologia QLED é muito menos susceptível ao fenómeno burn-in que eventualmente degrada todo e qualquer ecrã OLED em TV’s ou smartphones.

OLED tem as suas desvantagens mas a LG soube dar a volta

Além disso, a Samsung afirma que os ecrãs QLED são muito mais eficientes no que à produção em larga escala e grandes aplicações diz respeito. Mesmo assim nunca rejeitaram completamente a ideia de produzir novas televisões ou aplicações com ecrãs OLED.

Todavia, o último televisor com esta tecnologia da Samsung seria lançado em 2013 com 55 polegadas de diagonal. Deste então não lançou nenhum novo equipamento com este tipo de ecrãs / tela.

Então porque é que a Samsung de repente sentiu necessidade de olhar para as TV’s com esta tecnologia? Bom, talvez porque a LG se esteja a sair muito, muito bem no mercado das televisões com esta mesma tecnologia. Aliás, a rival sul-coreana conseguiu desenvolver algoritmos que eliminariam ou mitigariam os possíveis inconvenientes deste tipo de ecrãs.

E claro, também os preços das televisões com esta tecnologia tem vindo a descer, algo que trouxe vendas recorde para a LG durante o ano de 2017. Ao manter-se fora deste mercado, seja por orgulho ou convicção, a Samsung ficaria à sombra da LG no que às TV’s diz respeito.

Opiniões?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy S8 volta a receber o Android Oreo 8.0

Samsung. Apple iPhone X é a fonte de novas preocupações

Qualcomm apresenta um novo motor de inteligência artificial

Fonte | Via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).