Samsung pode solucionar um dos maiores problemas dos atuais smartphones

Rui Bacelar
Samsung Galaxy S9 Xiaomi Android Oreo Google smartphones
A tecnológica sul-coreana regista agora uma patente extremamente cativante.

Vidro. Elegante, brilhante, curvo ou simplesmente intemporal. Este é um dos materiais de construção favoritos para os nossos smartphones, sobretudo para os produtos da Samsung. Contudo, quem é que gosta de ter um ecrã partido ou estalado no seu smartphone?

A sul-coreana Samsung registou recentemente uma nova patente na qual se debruça sobre um sistema para evitar isto mesmo. Um revestimento para o ecrã, para o vidro que protege o display, sendo este capaz de se auto-reparar. Sim, é isso mesmo, uma película auto-regenerativa.

Vê ainda: Xiaomi Pocophone F1 ultrapassa OnePlus 6 em benchmarks

Estamos perante um composto criado para não sucumbir às impressões digitais - componente oleofóbica. Mais ainda, trata-se de um composto dotado de algum grau de regeneração, sendo todo o conjunto patenteado recentemente pela sul-coreana Samsung.

A patente seria então publicada na World Intellectual Property Organization no início deste mês, referindo algumas das características do novo "sistema". Palavras como "laminado" e "película" podem ser encontradas na breve descrição do produto submetido para patente.

Samsung regista nova e promissora patente

Escusando-se a enumeração dos compostos químicos utilizados podemos também ver algumas das suas possíveis aplicações. Evitando a acumulação de impressões digitais no ecrã, este novo produto promete ser uma película muito mais duradoura. Mais ainda, este novo tratamento poderá ser aplicado na totalidade do smartphone. Algo que acaba por fazer todo o sentido quando cada vez mais smartphones são compostos por dois painéis de vidro (frente e traseira).

Samsung Android smartphones
Registo da patente pela tecnológica sul-coreana deixa-nos antever uma possível solução.

Posto isto, terá a Samsung descoberto a fórmula para novos smartphones imunes à acumulação de dedadas e sujidade? Um material oleofóbico e auto-regenerativo? Note-se que a grande maioria dos smartphones já tem algum tipo de tratamento anti-impressões digitais. Todavia, com o tempo esta película vai-se desgastando (desaparecendo).

A solução da Samsung promete novos smartphones cujo revestimento oleofóbico tenha uma maior vida útil. Mais uma vez, à medida que a durabilidade dos smartphones aumenta, faz todo o sentido que também este quesito seja reforçado.

Smartphones mais limpos durante mais tempo

Na prática, segundo a descrição presente na patente, este revestimento será capaz de se regenerar face a pequenos riscos. Pequenas mossas que removam parte do tratamento que impede - por exemplo a oleosidade natural dos dedos - de ficar plasmada no ecrã.

Entretanto, já desde 2016 que a Samsung utiliza alguns dos melhores tratamentos. Desde o seu Galaxy Note 7 já com o vidro Gorilla Glass da Corning que temos uma ótima proteção e robustez. Desde então também marca presença nos novos Galaxy S9 e S9 Plus.

Apesar de este novo tratamento patenteado não resolver a inevitável fragilidade do vidro, resolve pelo menos o lado estético. Ao prolongar a vida do tratamento oleofóbico o smartphone ficará mais limpo durante mais tempo.

Esperemos agora para ver as primeiras aplicações desta nova fórmula da tecnológica sul-coreana. Até lá, certo é que os smartphones em vidro são alguns dos mais elegantes e mais cobiçados do mercado e a Samsung sabe disso.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Apple: Já se estimam os preços dos novos iPhones 2018

Football Manager Mobile 2019 para Android já tem datas de chegada

Android. Huawei Mate 20 Lite chegará ao mercado com estas cores

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.