Samsung Galaxy Note 7 2

Depois das notícias dos últimos dias, podemos dizer que o Samsung Galaxy Note 7 não está a ter o melhor dos arranques. É certo que o facto de o equipamento te esgotado em vários mercados Europeus, ainda na fase de pré-venda, é um excelente indicador, mas os problemas que se têm avistado ultimamente podem deixar muita gente arrependida de o ter comprado já.

Vê também: Vendas de Galaxy Note7 alegadamente suspensas devido a unidades explosivas (literalmente)

   

Depois de ter sido reportado que algumas unidades, com o processador Exynos, deste Galaxy Note 7 estavam a enfrentar bloqueios no mínimo estranhos, hoje surgiu a notícias de que alguns exemplares estavam ainda a explodir, literalmente.

Depois da divulgação destas notícias, a Samsung já se pronunciou sobre o assunto e admite problemas no seu Galaxy Note 7. Aquando das primeiras notícias, era referido que as vendas deste phablet poderiam vir a ser suspensas, algo que acaba agora por se confirmar.

Note 7 explosivo (1)

Com efeito, a Samsung disse à Reuters que irá mesmo suspender as vendas do Samsung Galaxy Note 7, por forma a poderem conduzir novos testes de qualidade ao equipamento.
Num ano em que tudo apontava para um enorme sucesso para o Galaxy Note 7, a verdade é que o equipamento tem vindo a enfrentar recentemente uma série de problemas que o poderão prejudicar bastante. Mais ainda, a chegada do novo iPhone 7 está eminente e a antecipação da Samsung à Apple, na apresentação deste equipamento, poderá acabar por não ter o efeito desejado.

Restará agora saber quando irá a Samsung voltar a colocar o seu Samsung Galaxy Note 7 à venda, sabendo que quanto mais tempo ele estiver fora do mercado, menores poderão ser as hipóteses de quem ainda não o comprou optar pela compra.

Talvez queiras ver:

Viaphonearena
Fontereuters
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.