Samsung anuncia os seus novos módulos de memória para smartphones

Carlos Oliveira
Samsung smartphones memória
A sul-coreana revela-nos o futuro do armazenamento móvel

A Samsung não é só a maior vendedora de smartphones no mundo como também a maior construtora de memórias para dispositivos móveis. Aliás, também o seu setor de semi-condutores é líder no seu nicho de mercado.

Só por este pequeno resumo podes ter uma noção da influência que a tecnológica sul-coreana possui no mercado mobile. Não se dedicando apenas ao desenvolvimento e comércio de smartphones, mas também de componentes que lhes são indispensáveis.

Vê ainda: Samsung mostra-nos como será o seu smartphone quase sem margens

Nesse sentido, no que respeita ao próximo passo no setor de memórias, a Samsung teria de ter uma palavra a dizer. Mais do que isso, a sul-coreana apresenta-nos o primeiro vislumbre do que será o futuro do armazenamento móvel.

Foi no decorrer do evento que a Qualcomm realiza por estes dias em Hong Kong que as novidades foram reveladas. O diretor do departamento de memórias para smartphones da Samsung revelou-nos o que podemos esperar para 2019.

Em 2019 a Samsung potenciará smartphones ainda mais rápidos

Em primeiro lugar, este alto representante da tecnológica sul-coreana revelou-nos o futuro das memórias flash para smartphones. Estes são pequenos componentes presentes no interior de qualquer equipamento, responsáveis pelo armazenamento de todos os teus dados.

Com efeito, a próxima geração deste tipo de memórias ficará conhecida como UFS 3.0. Estas irão suceder às UFS 2.1 e, naturalmente, aprimorarão os tempos de leitura e de escrita dos dados, graças à tecnologia 3D NAND. No entanto, ainda não temos dados concretos relativamente a esses tempos.

De acordo com o que foi revelado, este tipo de memórias chegarão em três configurações: 128GB, 256GB e 512GB. Isto significa que a era dos smartphones com apenas 64GB de memória interna está prestes a chegar ao fim.

Aproveitando a ocasião, a Samsung revelou também os seus planos para o futuro das memórias RAM. Os módulos LPDDR5 irão melhorar consideravelmente a sua largura de banda, passando dos atuais 25GB/s para os 51.2GB/s. Além disso, serão 20% mais eficientes no consumo de energia.

Em ambos os casos, estes novos módulos terão repercussões diretas no uso de smartphones. No primeiro caso, terão impacto nos tempos em que fotografias, documentos e outros dados serão escritos / lidos na memória do teu equipamento.

Por outro lado, as velocidades dos novos módulos RAM serão responsáveis pelo desempenho das aplicações. Relembro que é na RAM que ficam armazenadas todas as aplicações que estejas a correr num determinado momento, bem como outros dados inerentes ao seu funcionamento e do sistema operativo.

Por fim, importa frisar que os novos módulos UFS 3.0 começarão a chegar ao mercado em 2019. Significa que muitos dos smartphones desvendados no próximo ano já farão uso dos mesmos. Já as RAM LPDDR5 só chegarão em 2020.

Editores 4gnews recomendam:

Apple e Samsung culpadas de tornar os seus smartphones mais lentos

Smartphone, computador portátil e tablet. Samsung quer dobrar tudo!

Qualcomm irá melhorar os seus processos de carregamento do smartphone

Fonte

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.