Samsung apresenta lucros recorde no primeiro trimestre de 2018

Carlos Oliveira
Huawei UFS 3.0 armazenamento interno Samsung Galaxy S8 Samsung Galaxy S9 memória interna
Sede da marca em San Jose, CA

A Samsung é atualmente a maior construtora de dispositivos móveis em todo o mundo. Contudo, estamos a falar de um conglomerado tecnológico cujas áreas de influência vão muito para além dos smartphones. A sul-coreana produz electrodomésticos, processadores e muitos outros produtos.

Tal como qualquer empresa, ao final de cada trimestre são divulgados os resultados financeiros da Samsung. É com base neles que se constata a performance da empresa no mercado em todos os seus setores de ação.

Vê ainda: Apple iPhone X – 97% dos utilizadores estão satisfeitos com a sua compra

Assim, e tal como as previsões da própria, a Samsung apresentou lucros recorde no primeiro trimestre deste ano. Os números foram revelados esta manhã a mostram que foi o setor de semi-condutores da sul-coreana o seu principal impulsionador, com lucros a rondar os 10.7 mil milhões de dólares.

Samsung continua a crescer de ano para ano

Com efeito, nos primeiros três meses de 2018 a Samsung registou uma receita total de 56.2 mil milhões de dólares. Destes, 14.5 mil milhões representam o seu lucro operacional neste período temporal. Um crescimento de 52% face ao período homólogo de 2017.

Anteriormente, no seu relatório de previsões, a Samsung esperava registar um crescimento de 57.6% face aos primeiros três meses de 2017. Acabam por não se verificar esses números, mas ainda assim a empresa apresenta um crescimento como nunca antes visto.

Ora, tal como já referi, foi o setor de semi-condutores o principal responsável por estes números. Este é o departamento da sul-coreana encarregue da produção de processadores, memórias e outros componentes para dispositivos electrónicos.

Samsung Galaxy S9 4gnews

Estes são valores que espelham o estatuto de maior empresa do mundo ao nível de semi-condutores. Título que lhe permitiu já ultrapassar a Intel, outro colosso neste tipo de mercado. Vale relembrar que a Samsung produz os seus próprios processadores Exynos e ainda os Snapdragon da americana Qualcomm.

Contudo, os analistas prevêem que os lucros da Samsung possam abrandar ao longos dos próximos meses. A contribuir para tal temos, desde logo, a expectativa de estagnação nos preços dos processadores.

Depois temos de ter em linha de conta os elevados preços dos smartphones que estão a ser praticados. Isso tem levado a que cada vez mais utilizadores utilizem os seus equipamentos por períodos superiores a dois anos.

Os Samsung Galaxy S9 e S9+ ainda ajudaram a estes números

Ainda assim, os novos topos de gama tiveram participação ativa nos números agora avançados. Pelo facto de os Galaxy S9 e Galaxy S9+ terem chegado à lojas em março, parte das suas vendas já foram contempladas neste relatório. Coisa que não sucedeu em 2017, pois os Galaxy S8 só chegaram às lojas em abril.

Será também no setor de ecrãs que a empresa sul-coreana poderá enfrentar alguns problemas no futuro. Tal deve-se à crescente concorrência dos ecrãs LCD e ainda à baixa procura por ecrãs flexíveis OLED.

Por forma a tentar contornar esta realidade, a Samsung quererá aumentar as suas margens. Para tal, terá de reduzir os custos de produção e, ao mesmo tempo, aumentar o número de exemplares produzidos.

Para o próximo trimestre, poderemos então assistir a uma queda nos lucros da empresa. Sobretudo devido à estagnação cada vez mais evidente no mercado dos smartphones. Para o futuro, a Samsung estará já a olhar para a Inteligência Artificial e ainda para o 5G.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Motorola quer vender 30 milhões de exemplares dos Motorola Moto G6

Google Tasks chegou por fim ao Android e iOS da Apple

Apple iPhone SE 2: Vídeo revela alegado equipamento com traseira em vidro

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.