Samsung irá mostrar um protótipo de um smartphone com ecrã slide na CES 2020

Carlos Oliveira
Comentar

Quando falamos que a CES 2020 é o palco perfeito para a apresentação de tecnologias totalmente revolucionárias, eis um excelente exemplo. Segundo o que está a ser avançado, a Samsung prepara-se para demonstrar o seu smartphone com um ecrã deslizante ou slide.

Está a ser adiantado pela imprensa sul-coreana que a Samsung demonstrará este equipamento, em privado, na feita de Las Vegas. A ideia será recolher opiniões sobre uma nova tecnologia e tentar perceber se terá sucesso no mercado.

Samsung slide
Créditos: LetsGoDigital

A gigante tecnológica já fez isso no passado com vários conceitos de um smartphone dobrável. Visto que este acabou por se materializar, existe a possibilidade de, em breve, vermos um equipamento com ecrã slide ser lançado para o mercado.

Depois dos ecrãs dobráveis, os ecrãs slide podem ser o futuro

Inicialmente os ecrãs dobráveis também geraram alguma desconfiança em alguns utilizadores, mas hoje já temos produtos reais no mercado. O mesmo poderá acontecer com os ecrãs slide, embora ainda não saibamos muito bem o que esperar.

As informações disponíveis proveem de patentes e mostram-nos a possibilidade de puxarmos um ecrã para fora. Em vez de desdobrares o ecrã do teu smartphone para teres um ecrã maior, puxas uma segunda tela que se acoplará à principal.

A Samsung possui patentes com esta ideologia para mecanismos a funcionar na horizontal e na vertical. Não é sabido qual conceito será demonstrado na CES deste ano, ou se serão os dois.

Com o habitual secretismo que habitualmente se gera em torno destas demonstrações privadas, é bastante provável que não venha a ser revelada nenhuma imagem deste protótipo. Certamente que aqueles que foram convidados para este evento privado tiveram de assinar um acordo de não divulgação das informações que irão ver.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.