Samsung junta-se à Huawei e patenteia novo tipo de ecrã sem margens

Carlos Oliveira
Samsung Huawei
Samsung e Huawei unidas para o futuro dos ecrãs dos smartphones

Há dias tivemos a notícia de que a Huawei patenteou um novo tipo de construção para os seus ecrãs. Um novo processo que permitirá à empresa reduzir ainda mais as margens dos seus equipamentos. Agora, temos também a Samsung a realizar manobra semelhante.

Ao longo dos últimos dois anos temos visto uma forte aposta das marcas na redução das margens dos seus equipamentos. Algo que lhes permite acomodar um ecrã de maiores dimensões no mesmo espaço físico.

Vê ainda: Fortnite ainda não chegou ao Android! Não instales falsas aplicações

Mesmo numa altura em que já temos equipamentos com uma taxa de ocupação do painel frontal a ultrapassar os 90%, há ainda muito caminho a percorrer. A ideia parece ser chegar aos 100%, mas para tal há ainda muita tecnologia para aperfeiçoar.

Uma dessas pode mesmo passar por um novo tipo de construção dos ecrãs dos smartphones. Algo para o qual tanto a Samsung como a Huawei estão já sensibilizadas, não fossem as suas novas patentes.

Samsung e Huawei lado a lado num novo tipo de construção de ecrãs

Tal como a sua rival chinesa, a Samsung acabou de patentear um novo tipo de construção para os ecrãs dos seus smartphones. Algo que lhe permitirá reduzir bastante as margens dos mesmos.

Embora o resultado final venha a ser praticamente o mesmo, a patente da Samsung tem algumas diferenças técnicas face à da Huawei. Algo que poderá resultar em ecrãs com margens ainda mais diminutas.

Ao invés de utilizar a parte traseira do equipamento, a sul-coreana irá utilizar quatro tiras metálicas para suportar o ecrã. Mais ainda, seriam utilizados ímãs poderosos para manter essas tiras metálicas juntas.

Este processo poderá ainda revelar-se mais resistente que o da Huawei. Isto porque a empresa chinesa utiliza fortes adesivos para manter o seu ecrã ligado à parte traseira do equipamento.

Independentemente do método de construção utilizado, estas empresas estão empenhadas em revolucionar ainda mais a construção de um smartphone. A ideia, tal como já referi, será entregar-nos um equipamento cujo painel frontal seja apenas ecrã.

Todavia, não é sabido, nem certo, se este tipo de construção será alguma vez utilizado num produto final. Sabemos que as empresas gastaram tempo e dinheiro para desenvolver estas tecnologias, pelo que faria sentido tentar tirar proveito futuro delas.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Redmi 6 Pro é agora revelado em imagens reais do smartphone

LG ThinQ marcará um novo rumo para a inteligência artificial na IFA 2018

Apple AirPower: Adiado o lançamento do carregador sem fios da Apple

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.