Home Android

Jay Y. Lee – herdeiro do grupo Samsung é condenado a 5 anos de prisão

De acordo com a agência Reuters a instância jurisdicional terá dado como provadas as práticas de suborno e corrupção por Jay Y. Lee, líder interino e herdeiro do grupo Samsung.

Samsung líder Jay Y. Lee
Jay Y. Lee, líder interino e herdeiro do grupo Samsung

O multi-milionário e líder do grupo Samsung, Jay Y. Lee, foi condenado a 5 anos de prisão pela prática de corrupção e suborno. A sentença foi proferia na passada sexta-feira, tal como avança a agência Reuters. A Coreia do Sul tem atravessado vários escândalos de corrupção por parte das maiores famílias dominantes e respectivos conglomerados industriais.

Vê ainda: MIUI 9 está agora disponível para 13 novos Xiaomi’s

A decisão foi conhecida após um processo que durou 6 meses no decurso dos quais o então presidente do grupo Samsung, Park Geun-hye, acabou por abandonar o posto. Foi ainda provado que Jay Y. Lee terá pago inúmeros subornos a Park Geun-hye para que, futuramente pudesse pedir os favores que entendesse por bem.

Escândalo envolve o herdeiro do grupo Samsung

O tribunal considerou Lee culpado de ocultar bens e posses no estrangeiro e de perjúrio (mentir ou deturpar a verdade em tribunal). Jay Y. Lee (imagem de topo) tem 49 anos e é o herdeiro de um dos maiores impérios industrias do mundo.

Desde fevereiro passado que se encontrava em prisão preventiva com base nas acusações de corrupção e suborno de Park Geun-hye para que este ajudasse Lee a assegurar o seu controlo do conglomerado de empresas que compreende todo o império da Samsung Eletronics, a maior construtora de smartphones e de chips e outros semi-condutores. A Samsung tem ainda uma forte presença no mercado de eletrodomésticos, hotéis e até mesmo seguros.

Samsung Jay Y. Lee
Jay Y. Lee, herdeiro da Samsung, à saída do tribunal com a sentença na mão – Crédito: reuters

Lee saiu do tribunal intrépido e sereno, de fato escuro mas sem gravata. Na sua mão seguia uma pasta de documentos enquanto foi conduzido pelos oficiais de justiça até ao centro de detenção onde permanecerá.

Este caso entrelaça Lee Jae-yong e os executivos do grupo Samsung que tem estado a preparar a questão da sucessão da liderança do grupo, subornando o atual presidente para que Lee garanta o seu lugar como futuro líder” – declarações do tribunal central de Seul.

Jay Y. Lee, herdeiro do grupo Samsung, irá recorrer da decisão.

A condenação de 5 anos de prisão efetiva é uma das maiores aplicadas a um líder industrial sul-coreano. Note-se que este país é dominado pelos grandes conglomerados industriais ou chaebols que tanto reunem louvores por terem transformado a Coreia do Sul num dos principais motores mundiais de tecnologia.

Por outro lado estes grandes grupos também tem enfrentado várias críticas pelas suas prática anti-conconcorrênciais e por sufocar as novas start-ups e pequenas empresas, ditando todo o ritmo da economia sul-coreana.

Note-se que a Samsung é o símbolo de um país que emergiu da pobreza e da guerra que devastou a península coreana entre 1950 e 1953, um conflito cujas feridas ainda hoje são bem visíveis e que, para todos os efeitos ainda não terminou pois nunca chegou a ser assinado um tratado de paz entre ambas as coreias.

Para mais informações sobre este tema, mais dicas e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no FacebookInstagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

O líder de todo o grupo Samsung já afirmou que iria recorrer da decisão. Estaremos a acompanhar os futuros desenvolvimentos deste delicado tema.

Outros assuntos relevantes:

Xiaomi Mi Note 3 chegará em breve com o Xiaomi Mi Mix 2

LineageOS 15 trará o Android Oreo ao OnePlus One e OnePlus Two

Samsung Galaxy J7+ chega em breve com dual-câmara e a Bixby

ViaSamsung
FonteReuters
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).