Samsung quer equipar os seus gama média com tecnologia da Qualcomm

Carlos Oliveira
Samsung Qualcomm
Leitores biométrico no ecrã chegarão também aos gama média

A Samsung tem em mãos, neste momento, vários projetos de extrema importância. Para além do seu smartphone dobrável que hoje vislumbramos, tem o seu próximo topo de gama. Este deverá contar com um leitor biométrico desenvolvido pela Qualcomm.

O início de 2019 será prometedor para a Samsung. Esperamos, nos dois primeiros meses, ficar a conhecer de forma oficial o seu smartphone dobrável e ainda o seu topo de gama Galaxy S10.

Vê ainda: Samsung revela pela primeira vez o seu smartphone dobrável

Este último será um dos mais importantes produtos da sul-coreana para o ano que se avizinha. De acordo com os rumores, o Galaxy S10 virá com um sensor de impressões digitais embutido no ecrã desenvolvido pela Qualcomm.

Alegadamente, este será mais fiável do que os sensores óticos que atualmente temos no mercado. Por conseguinte, a tecnologia ultra-sónica desenvolvida pela Qualcomm será capaz de mapear em três dimensões o teu dedo para posterior autenticação.

Samsung e Qualcomm unem esforços até nos gama média

Posto isto, espera-se agora que esta parceria possa ir para além dos topos de gama da sul-coreana. De acordo com o que é hoje avançado, a Samsung deverá socorrer-se da tecnologia da Qualcomm também para os seus gama média.

Assim sendo, 2019 deverá trazer-nos smartphones Samsung de gama média com leitores biométricos embutidos no ecrã. A mesma tecnologia que a sul-coreana deverá implementar no seu próximo topo de gama.

Certamente que esta afirmação te levantará algumas questões. Como será possível implementar uma mesma tecnologia, de qualidade semelhante, em equipamentos mais económicos?

Para tal, a Qualcomm irá combinar vários escritórios para poder reduzir os custos de produção. Com efeito, a norte-americana irá levar a sua pesquisa para os seus escritórios em Taiwan. Além disso, deverá ainda unir esforços com a produtora de ecrãs Taiwan TFT.

O mesmo relatório avança ainda que a subsidiária da MediaTek, Goodix, irá também entrar no jogo dos leitores biométricos no ecrã. Esta, por sua vez, irá ter como principal clientela empresas como a Huawei, Lenovo, Xiaomi e Vivo.

Assim sendo, é esperado que 2019 seja um ano de forte aposta neste tipo de tecnologia. Se estas afirmações se vierem a confirmar, o próximo ano será rico em smartphones com leitores de impressões digitais embutidos no ecrã.

Editores 4gnews recomendam:

Vídeo mostra-nos smartphone da Samsung ‘concha’ com dois ecrãs

Queres um OnePlus 6T em Thunder Purple? Não será assim tão simples

Aproveita uma box Android TV e uma Soundbar por 90€ no total

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.