Samsung Galaxy Z Flip4 vai corrigir um dos defeitos do antecessor

Bruno Coelho
Comentar

Estamos cada vez mais perto da apresentação dos novos smartphones dobráveis da Samsung. Será no próximo mês de agosto que os Galaxy Z Flip4 e Galaxy Z Fold4 serão apresentados com melhorias em mente.

Nos últimos dias surgiram as alegadas especificações completas de ambos os modelos online, assim como algumas imagens de capas. E parece que se confirma que o Galaxy Z Flip4 vai corrigir um dos grandes defeitos do seu antecessor.

Vinco no ecrã do Galaxy Z Flip4 será menos notável

Segundo o leaker Ice Universe, o “o vinco do Flip4 é muito mais fino que o do Flip3”. Como podes ler no tweet abaixo, esta fonte refere ainda a que a mudança deve deixar a maioria das pessoas satisfeita.

The crease of the Flip4 is much shallower than that of the Flip3, and I think most people will be satisfied.

— Ice universe (@UniverseIce) 3 de junho de 2022

Nas imagens das capas partilhadas pela fonte, parece haver um caminho a apontar para um vinco menos notório na zona de dobragem do ecrã. Mas só in loco poderemos conferir se será efetivamente suficiente.

Ter um vinco menor no ecrã não dará apenas uma melhor experiência de visualização aos utilizadores. Dará também certamente uma maior maior longevidade a um equipamento para o qual muitos ainda olham com desconfiança nesse campo.

Crédito: OnLeaks / 91mobiles
Crédito: OnLeaks / 91mobiles

Este equipamento vai chegar ao mercado comandado pelo processador Snapdragon 8+ Gen 1, com 8 GB de RAM e 128 ou 256 GB de armazenamento interno. No ecrã principal podemos esperar 6,7 polegadas de um painel AMOLED com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz.

O Galaxy Z Fold3 é o smartphone dobrável mais popular do momento, pelo que a Samsung terá de trazer as melhorias certas para a próxima geração.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.