Samsung Galaxy Z Flip 2: patente mostra como poderá ser o próximo smartphone dobrável

Filipe Alves
Comentar

A Samsung já está a preparar o sucessor do primeiro Galaxy Z Flip. A nova patente mostra-nos o que poderá muito bem vir a ser o Samsung Galaxy Z Flip 2 e, embora não tenhamos muitas diferenças, vemos que a Samsung está pronta para uma nova abordagem.

Na imagem da patente vemos dois modelos. Ou seja, podemos estar prestes a ver dois modelos a chegar ao mercado, ou então, uma indecisão por parte da marca no modelo a construir. Em ambos os cenários vemos uma tripla câmara traseira.

Eis a patente do Samsung Galaxy Z Flip 2

Samsung Galaxy Z Flip 2
Patente do Samsung Galaxy Z Flip 2 - Crédito Let's Go Digital

Na imagem da patente vemos dois modelos diferentes. Ambos partilham a mesma parte frontal, com o ecrã dobrável, porém, uma delas dá-nos uma câmara na vertical e outro modelo uma câmara na horizontal.

Samsung Galaxy Z Flip 2
Patente do Samsung Galaxy Z Flip 2 - Crédito Let's Go Digital

Ambas as câmaras contam com 3 sensores. Ou seja, este Samsung Galaxy Z Flip 2 deverá ter uma melhor qualidade de fotografia que o primeiro modelo.

Samsung Galaxy Z Flip começou uma revolução

Samsung Galaxy Z Flip

O primeiro Galaxy Z Flip (e Motorola Moto Razr 2019) trouxe uma revolução ao mercado de smartphones. A marca revelou-nos um equipamento grande, contudo, que pode ficar pequeno. Mostrou-nos um smartphone "concha" que durante anos foram a referência dos telemóveis.

Acima de tudo, este Samsung Galaxy Z Flip deu-nos um novo tipo de design que será perfeito para muitos utilizadores que estão fartos de andar com um paralelo no bolso.

O seu valor não foi o mais atrativo ao chegar a Portugal por 1400€, contudo, só com mais modelos no mercado e mais fabricantes a construir smartphones deste género é que o preço deste tipo de produto baixará. Veremos o que o futuro nos traz.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.