Samsung Galaxy Watch 4 serão os relógios mais potentes de sempre da marca

Carlos Oliveira
Comentar

A nova linha de smartwatches da Samsung é um dos "temas quentes" das últimas semanas. Os Samsung Galaxy Watch 4 reservam cada vez menos segredos para o mercado e afiguram-se como dois relógios inteligentes muito promissores.

O mais recente relatório veiculado pela publicação SamMobile vem atestar a evolução expectável dos Samsung Galaxy Watch 4. Em rigor, estes smartwatches serão os mais potentes alguma vez lançados pela sul-coreana.

Samsung Galaxy Watch 4 virá com o novo processador Exynos W920

Durante anos, a Samsung dotou os seus relógios inteligentes com o chip Exynos 9110. Este processador revelou-se bastante capaz para os atributos que o TizenOS confere aos equipamentos, mas a transição para um novo sistema operativo é o arranque de uma nova era.

Samsung Galaxy Watch 4

Com efeito, a Samsung vai equipar a linha Galaxy Watch 4 com o novo Exynos W920. Este, segundo o que é noticiado, será 1,25 vezes mais poderoso que o seu antecessor e promete um incremento no desempenho gráfico de 8,8 vezes.

São números significativos e ainda mais impressionantes quando percebemos tratar-se da evolução de uma geração para a seguinte. Graças ao novo Exynos W920, os Samsung Galaxy Watch 4 afiguram-se como gadgets bastante poderosos tecnicamente.

A juntar ao poder de processamento prometido pelo Exynos W920, importa sublinhar ainda a presença de 1,5GB de RAM nos novos smartwatches da sul-coreana. Ou seja, um incremento de 50% na memória RAM disponível face ao Galaxy Watch 3.

Este aumento no desempenho dos novos Samsung Galaxy Watch 4 justifica-se facilmente pela utilização do Wear OS como sistema operativo. O software da Google requer, desde a sua génese, mais recursos técnicos do que a maioria dos seus concorrentes.

Relembro que a Google caracterizou o novo Wear OS como um sistema operativo dotado de animações mais suaves, mais eficiência energética e melhor desempenho. Atributos que justificam a utilização de um processador mais poderoso.

A Samsung também é parte interessada que o primeiro contacto com o novo Wear OS seja o mais satisfatório possível. A sul-coreana foi parceira da Google no desenvolvimento do software e os seus novos relógios serão a montra das potencialidades deste sistema operativo.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.