Samsung Galaxy S9 não terá sensor biométrico embutido no ecrã

Filipe Alves

Samsung Galaxy S9 não terá sensor biométrico embutido no ecrã

O Samsung Galaxy S9 está mais perto que nunca e os rumores face ao novo terminal da empresa asiática começam a cair de forma mais forte.

Ainda hoje referimos que o novo topo de gama estaria a começar a sua produção em massa e, devido a essa informação, temos agora a indicação que o Samsung Galaxy S9 não trará o leitor de impressões digitais embutido no ecrã.

Vê ainda: Xiaomi entra em mais um país europeu de forma oficial!

A controvérsia face à disposição do sensor biométrico na traseira do Samsung Galaxy S8 foi muita. Embora tenha sido um local óbvio, devido ao novo ecrã 18:9 quase sem margens, o facto de ter ficado ao lado da câmara em vez de abaixo, deixou muitos utilizadores a questionar a decisão da empresa sul-coreana.

Pois bem, esperava-se que a Samsung descobrisse o "santo gral" dos leitores de impressões digitais - embutir no ecrã - já neste Samsung Galaxy S9, contudo, de acordo com o The Investor, tal não se verificará.

Samsung Galaxy S9 poderá chegar já em janeiro!

Tudo isto porque a técnica para que funcione na perfeição simplesmente não consegue ser replicada de uma forma simples para a produção em massa.

Desta forma o Samsung Galaxy S9 deverá ser revelado em janeiro ou fevereiro com uma dupla câmara traseira, processador Qualcomm Snapdragon 845 ou Exynos 9810, 6GB de memória RAM e ecrã AMOLED idêntico ao Galaxy S8.

Não há muito a acrescentar sobre o próximo dispositivo, pelo menos para já. Os rumores e fugas de informação começarão em breve a aparecer de uma forma forte, assim sendo, fica ligado à 4gnews onde a tecnologia é falada em Português.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi Mix 2S terá uma “monocelha” como o Apple iPhone X

Uber acaba de anunciar acordo histórico com a NASA na Web Summit

Huawei Mate 10 Lite já chegou a Portugal com preço tentador

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.