Samsung Galaxy S9 é mais durável do que o Samsung Galaxy S8

Rui Bacelar
Samsung Galaxy S8 Samsung Galaxy S9 Galaxy S8
O marketing será crucial no sucesso dos novos dispositivos da fabricante sul-coreana ©samsung/distribuição

Com todas as atenções colocadas em Barcelona no Mobile World Congress (MWC), as estrelas do evento continuam a ser os novos Samsung Galaxy S9. Dispositivos que não devem incomodar quem está (bem servido) com os seus antecessores, os Samsung Galaxy S8. Por fora as mudanças são mínimas, por dentro existem mas não em abundância. Mesmo assim, elas existem, ainda que algumas delas passem despercebidas a olho nu.

Continuamos a ter uma linguagem de design que aposta sobretudo no vidro. Este é o material de eleição escolhido pela fabricante sul-coreana para os seus topos de gama e equipamentos da linha "A". Este ano também os smartphones Galaxy A seriam contemplados com um design muito idêntico aos topos de gama Galaxy S8 e Galaxy S8 Plus.

Vê ainda: “A minha é menor que a tua” – As fabricantes Android estão sem ideias

Contudo e apesar de termos visto aqui os novos acessórios oficiais para os Samsung Galaxy S9, os novos equipamentos apresentam melhorias na sua qualidade de construção. Mesmo assim, não te censuraria caso tivesses receio de deixar cair ou quebrar o teu novo smartphone Android. Afinal de contas, ninguém quer pagar uma pequena fortuna para estar já a trocar ecrãs e vidros de um smartphone que acabou de ser apresentado.

Com chegada ao mercado agendada para o dia 16 de março, entretanto a sua pré-compra também já arrancou. Até lá teremos tempo mais do que suficiente para o testar e averiguar todos os seus pontos fortes e pontos fracos. Agora, perante novos dados fornecidos pela marca ficamos inteirados de algumas mudanças que não são perceptíveis a olho nu. Todavia, são pequenas alterações que os tornarão mais duráveis do que os Galaxy S8.

Samsung Galaxy S9 mais durável que os Galaxy S8

Não que isto o impeça de quebrar, arranhar ou estalar caso deixes cair os Samsung Galaxy S9. O ângulo da queda, a sua altura e a natureza e material da superfície de impacto, todos estes factores têm uma grande influência no desfecho. Claro, aqui a sorte (se é que tal existe) também é um fator a ter em atenção. Seja como for, podemos aferir a presença de materiais mais duráveis nos Samsung Galaxy S9.

Samsung Galaxy S9 Samsung Galaxy S8
O metal e o vidro são os principais materiais de construção, tal como na geração anterior de topos de gama.

Tudo se prende com a utilização de uma liga metálica mais forte. Metal que compõe a sua estrutura, o seu esqueleto e que lhe dá rigidez e solidez. Temos também um vidro mais espesso no Samsung Galaxy S9 face ao Galaxy S8. Ora, um vidro mais grosso (espesso) equivale a uma maior durabilidade do produto, neste caso o Samsung Galaxy S9.

Metal, mais forte. Vidro, mais espesso nos Samsung Galaxy S9

Tal como também avança a imprensa internacional, o painel frontal do Samsung Galaxy S9 é um pouco mais espesso do que o do Galaxy S8. Em boa verdade, o vidro frontal do S9 conta com mais alguns milímetros de espessura do que o do Galaxy S8 mas há mais...Em boa verdade, um vidro mais espesso por si só não torna um dispositivo mais durável.

Por isso mesmo, nos Samsung Galaxy S9 temos também a utilização de uma liga de alumínio de grau AL 7003. Já o seu antecessor, o Galaxy S8 utiliza uma liga de alumínio de grau AL 6013. Ora, esta melhoria significa que o novo smartphone não ficará deformado com tanta facilidade. Por outras palavras, caso a mesma pressão fosse aplicada a ambos os dispositivos, o Galaxy S8 deformaria mais facilmente.

Samsung Galaxy S8 Google Pixel 2 Samsung Galaxy S9 Galaxy S10 Galaxy X
Câmara, o principal ponto de inovação nos atuais topos de gama apresentados em Barcelona

Além disso, o Samsung Galaxy S9 conta com uma estrutura metálica cerca de 0.2mm mais espessa do que o Galaxy S8. Isto, juntamente com a utilização de uma liga metálica mais robusta. Isto significa que mesmo em situações de queda terá mais chances de sobreviver incólume. Este metal propagará menos as ondas de choque originadas pela queda do que a liga metálica utilizada nos Galaxy S8.

Capacidade de bateria é a mesma dos Galaxy S8 e Galaxy S8 Plus

Ficamos até surpreendidos por não termos visto qualquer referência a isto mesmo durante a apresentação dos novos Samsung Galaxy S9. Podem parecer insignificâncias mas acredito que tornem este dispositivo mais durável. Sendo atualmente todos os topos de gama feitos em vidro. É uma melhoria. Por mais pequena que possa parecer. É sempre bem-vinda. Sobretudo quando para adquiri um dos novos equipamentos tens que fazer um investimento considerável.

Mais ainda, apesar destas alterações nos materiais de construção, ou melhor, na sua qualidade, as dimensões físicas do Samsung Galaxy S9 são praticamente as mesmas do Galaxy S8. Temos o vidro curvo e o metal, tal como em qualquer flagship recente da marca. Temos apenas um aumento de 0,5mm no Galaxy S9 e 0,4mm no S9 Plus.

Algo que também se deve à nova posição do seu sensor biométrico ou leitor de impressões digitais. Mais ainda, a capacidade das baterias permanece inalterada face à geração Galaxy S8. Temos aqui 3000mAh e 3500mAh, tal e qual como na geração de topos de gama lançados em 2017. Cumpre ainda salientar que também temos aqui certificação IP68 em ambos os smartphones, a resistência à água (doce) e ao pó.

Mesmo assim, mais vale ter cuidado...

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy S9 pode desvalorizar até 50% após o lançamento

ASUS ZenFone 5 Lite é apresentado oficialmente no MWC

Samsung Galaxy S9: Faz o download dos Wallpapers aqui

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.