Samsung Galaxy S9+ com Exynos 9810 passa pela Geekbench

Carlos Oliveira
Samsung Galaxy S9+ Exynos 9810 Geekbench
Samsung Galaxy S9+ surpreende com o seu Exynos 9810

Nos últimos anos, a Samsung tem optado por lançar duas versões dos seus topos de gama. Uma delas com um processador caseiro e outra com o mais recente SoC de topo da Qualcomm. Com os Samsung Galaxy S9 e Samsung Galaxy S9+ não será diferente com o Exynos 9810 e o Snapdragon 845 no seu interior.

Os novos topos de gama da empresa sul-coreana estão a dias de serem oficialmente desvendados. Estamos a dias de colocar um ponto final em toda a especulação e em todos os rumores sobre estes Android. Será no próximo domingo, dia 25 de fevereiro, que tudo passará a ser oficial.

Vê ainda: Nokia 8 Sirocco. Provavelmente o melhor vídeo “concept” deste Android

Este ano a sul-coreana volta a Barcelona para desvendar os Samsung Galaxy S9 e Galaxy S9+. A capital da Catalunha foi o cenário escolhido para desvendar os novos colossos do mercado Android. Os dois equipamentos mais importantes e influentes deste mercado.

Assim sendo, não esperamos nada mais do que o melhor dos mesmos. O design não deverá fugir muito daquilo que foram os seus antecessores Galaxy S8 e Galaxy S8+. Em vez de uma revolução, a sul-coreana irá aperfeiçoar aquilo que já estava muito próximo da perfeição. Os pequenos detalhes serão o foco da empresa.

Mas no seu interior o foco não poderá ser menos relevante. Se a marca quer manter o seu estatuto no mercado Android, estes Galaxy S9 terão de nos oferecer uma performance de alto nível. Enquanto que os mesmos não são desvendados e nos chegam às mãos, só podemos atestar tal facto pelas plataformas de benchmarks.

Samsung Galaxy S9+ brilha na Geekbench com o seu Exynos 9810

Agora temos o Samsung Galaxy S9+ a passar pela conhecida plataforma Geekbench. Desta feita, temos o modelo com Exynos 9810 a rebentar com todas as escalas do mundo Android. Sim, é verdade. Temos um novo rei de performance na Geekbench entre o mercado do sistema operativo da Google.

Com pontuações de 3773 pontos em single-core e 9024 pontos em multi-core, não há concorrência para este Samsung Galaxy S9+. Pelo menos para já. Estabelece-se aqui um novo patamar, um novo objetivo para qualquer construtora Android.

É importante relembrar que esta mesma plataforma já testou este equipamento com o Snapdragon 845. Na altura, esta variante do Samsung Galaxy S9+ foi submetido ao mesmos testes de hoje e o resultado ficou aquém do alcançado com o Exynos 9810. Na altura, foi capaz de resgatar 2422 pontos em single-core e 8351 em multi-core.

Significará isto uma diferença considerável em termos de performance entre estas variantes do mesmo smartphone? Claro que não. Tanto o Exynos 9810 como o Snapdragon 845 darão uma performance irrepreensível ao Samsung Galaxy S9+. Já anteriormente esclarecemos este mito e impera que tal seja novamente reforçado.

Esta diferença de valores pode ser explicada por uma maior optimização do Exynos 9810 para este Samsung Galaxy S9+. Tudo porque o mesmo foi desenvolvido pela própria Samsung. Mas no teu dia-a-dia, ambos os processadores serão irrepreensíveis no seu desempenho.

Os resultados agora obtidos pelo Samsung Galaxy S9+ são apenas superados pelo iPhone 8, 8 Plus e iPhone X. Estes equipamentos da Apple lideram a tabela da Geekbench com pontuações a rondar os 4200 pontos em single-core e 10100 pontos em multi-core.

No próximo domingo os Samsung Galaxy S9 e Samsung Galaxy S9+ serão oficialmente desvendados. Quando tal suceder será devidamente noticiado aqui, na 4gnews, com todos os pormenores.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei é uma marca cada vez mais valiosa mas não se pode descurar

Sony Xperia XZ2: Terá este smartphone um design idêntico ao LG G Flex?

ASUS ZenFone 5 revela as suas especificações no AnTuTu

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.