A Samsung não deverá apresentar o Samsung Galaxy S8 na Mobile World Congress em Barcelona, dando assim a possibilidade a outras marcas como a LG e Huawei para se destacarem no mundo mobile.

Depois do desaire do Samsung Galaxy Note 7, a Samsung precisa de se reafirmar como uma empresa que consegue fazer algo revolucionário mas seguro. A explicação dada dos problemas do Note 7 deixaram os fãs um pouco mais descansados, mas só saberemos até que ponto é que a Samsung aprendeu a lição quando tivermos o Samsung Galaxy S8 no mercado.

   

Vê ainda: Nova imagem do S8 mostra todas as diferenças face ao Galaxy S7

Este  ano, em vez de modelo flat e curvo, teremos dois Samsung Galaxy S8 com ecrãs curvos, contudo, diferentes no tamanho. Os rumores alimentam a ideia que os nomes serão Samsung Galaxy S8 e Samsung Galaxy S8 Plus.

Quanto ao tamanho, espera-se que a Samsung reduza nos bezells, movam o leitor de impressão digital para a traseira e nos ofereçam um ecrã maior com o mesmo espaço físico dos antecessores.

Hoje a “itcle” afirmou que as baterias dos Samsung Galaxy S8 serão maiores do que as do Samsung Galaxy S7. Falou-se em 3250 mAh para o Samsung Galaxy S8 e 3725 mAh para o Samsung Galaxy S8 Plus.

De referir ainda que o S8 deverá trazer um processador de 10nm, o que nos leva a crer que a gestão de autonomia será melhor do que a do S7.

O próximos flagships da Samsung serão desvendados em abril, de acordo com informações anteriores, e ficarão disponíveis para o mercado em maio, um pouco depois dos modelos do ano passado, mas dado os problemas que a Samsung se deparou como o Note 7 é perfeitamente aceitável.

Outros assuntos relevantes:

Meizu Pro 7 com ecrã curvo avistado em nova imagem

Xiaomi Mi Note 2 poderá ganhar variante Azul Coral!

Google Pixel 2B: Uma nova versão para Portugal e Brasil?

ViaSamMobile
FonteSamMobile
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.