Samsung Galaxy S22 Ultra dará um salto significativo no carregamento rápido

Carlos Oliveira
Comentar

Quando olhamos para o carregamento rápido nos topos de gama da Samsung, os valores ficam habitualmente aquém dos seus concorrentes Android. E embora tudo indique que o Samsung Galaxy S22 Ultra melhorará nesse aspeto, ainda não será o melhor do mercado.

Samsung Galaxy S22 Ultra virá com carregamento rápido de 45 W

Segundo uma das mais recentes publicações de Ice Universe, o Samsung Galaxy S22 Ultra terá carregamento rápido a 45 W. Será um salto significativo face aos 25 W suportados pelo Galaxy S21 Ultra.

100%S22 Ultra,45W,10V/4.5A

— Ice universe (@UniverseIce) 15 de setembro de 2021

Estes valores de carregamento rápido não serão novidade para os fãs da Samsung. O Galaxy Note 10+ ofereceu essa tecnologia no seu lançamento, porém, a sul-coreana viria a desistir dessas velocidades nos anos seguintes.

Em 2022, parece que a Samsung está disposta a regressar aos 45 W de velocidade de carregamento no seu topo de gama. Todavia, continuará bem longe do topo do mercado, onde já temos vários modelos a oferecer velocidades de 120 W.

Galaxy S22 e S22+ terão direito a novo sensor principal

Outra das publicações de Ice Universe reitera a tese de que os modelos base da geração Galaxy S22 contarão com novas câmaras. De acordo com o seu testemunho, os Galaxy S22 e S22+ utilizarão o novo sensor GN5.

S22、S22+ Camera : GN5

— Ice universe (@UniverseIce) 15 de setembro de 2021

Este novo sensor foi revelado recentemente e conta com uma resolução de 50 MP. O novo sensor conta com melhorias na focagem da lente, agregação de 4 pixel em 1 e gravação de vídeo em 8K a 30 fps.

Segundo os vários relatos de Ice Universe, estes serão os modelos com maior evolução na câmara fotográfica. O Samsung Galaxy S22 Ultra, por sua vez, manterá o sensor principal de 108 MP dos anos anteriores.

Câmara debaixo do ecrã está fora de questão

Outro rumor de relevo adiantado pelo mesmo Ice Universe diz respeito à câmara frontal dos Samsung Galaxy S22. Este afirma que o sensor continuará alojado no tradicional punch hole, ou seja, nada de câmara embutida no ecrã.

Embora essa tecnologia tenha surgido no Galaxy Z Fold 3, os próximos topos de gama da Samsung não a utilizarão. A questionável qualidade das imagens capturadas ajuda a justificar essa ausência e os utilizadores não deverão ficar muito frustrados.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.