Samsung Galaxy S21 não terá um ecrã da Samsung! Entende

Filipe Alves
Comentar

As mais recentes informações, revelam que a Samsung acaba de assinar o acordo com a "BOE Displays", uma empresa chinesa de fabrico de ecrãs, para a construção e entrega do ecrã para o Samsung Galaxy S21. Alegado nome para o sucessor do Galaxy S20.

Ao que parece, o modelo "base" da linha do Samsung Galaxy S21 não contará com um ecrã da "Samsung Displays", sub-empresa da Samsung que fornece os ecrãs para os seus smartphones.

Samsung Galaxy S21 terá um ecrã com qualidade inferior

Samsung Galaxy S21

Escusado será dizer que os ecrãs da Samsung são algo do outro mundo. Porém, o modelo base do Samsung Galaxy S21 não se gabará de acompanhar os outros modelos da linha.

Ainda que os ecrãs sejam OLED à mesma, a BOE só fabrica ecrãs com o máximo de 90Hz. Ou seja, podemos presumir que não teremos os 120Hz de refresh rate no modelo de "entrada" da gama S do próximo ano.

Relativamente à qualidade do ecrã, por assim dizer, não nos parecer que vás sentir grande diferença. Pelo menos a olho nu. Os ecrãs OLED (ou AMOLED) são conhecidos pela sua saturação de cor e contrastes mais intensos. O mesmo acontecerá nos ecrãs da BOE.

Preço do Samsung Galaxy S21 poderá ser mais competitivo

Porém, com esta medida, a Samsung conseguirá baixar o preço do smartphone. Os ecrãs da BOE, ainda que de qualidade, tem um preço inferior aos painéis da Samsung.

Se até ao momento a Samsung Display era das poucas que conseguia grandes quantidade de encomendas devido ao largo conhecimento e desenvolvimento de ecrãs, a BOE começa agora a ter essa capacidade.

Aliás, fala-se que a Apple será uma das empresas que investirá na BOE para a construção dos ecrãs dos próximos iPhones de valor reduzido. Ou seja, ecrã OLED à mesma, contudo, com um preço mais competitivo.

O Samsung Galaxy S21 será apenas revelado de forma oficial em 2021 e até lá teremos mais informações sobre estes novos equipamentos e as suas características.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.