Samsung Galaxy S21 deverá abandonar as processadores Snapdragon

Carlos Oliveira
Comentar

Ainda falta muito para a apresentação dos Samsung Galaxy S21, mas já se fala em algo que será muito importante. Ao que parece, a sul-coreana poderá equipar todos os modelos desta gama com os seus processadores Exynos 1000.

Esta informação está a ser avançada no Twitter e certamente que irá gerar muita discussão. Sobretudo depois da controvérsia que se levantou este ano com o Exynos 990.

I can confirm that Samsung won't use Snapdragon 865 again for their S21, instead I heard that Samsung could use Exynos 1000 for all S21 varrient (US, China included) https://t.co/XN99kJMRVe

— Your favourite Chun is back (@Boby25846908) 7 de julho de 2020

Preço do Snapdragon 875 poderá ser a razão desta decisão

O processador de topo da Qualcomm para 2021 será o Snapdragon 875, do qual já começam a surgiu alguns pormenores importantes. Um deles tem que ver com o seu preço, algo que poderá mexer muito com o mercado.

Ao que tudo indica, o novo Snapdragon 875 poderá custar às fabricantes mais 100€ que o atual modelo, o que fará subir os custos de produção dos smartphones. Segundo a fonte destas informações, esta será uma das razões que levará a Samsung a optar apenas pelos seus processadores.

Ao usar os seus processadores, a sul-coreana conseguirá diminuir os custos de produção dos Samsung Galaxy S21 e, consequentemente, o preço de venda ao público. Isto para que consiga, pelo menos, manter os preços praticados este ano.

Ainda que o Exynos 1000 venha a ser fabricado no mesmo processo de 5nm que o Snapdragon 875, os receios em torno deste processador são inevitáveis. Isto porque os SoC´s da Samsung têm ficado atrás dos semelhantes da Qualcomm em vários aspetos.

Quando muita gente pedia que a Samsung passasse a usar apenas os processadores da Qualcomm nos seus topos de gama, esta informação é uma desilusão. No entanto, toma esta notícia com uma grande pitada de sal. A fonte não é das mais famosas do mundo e o Snapdragon 875 ainda nem sequer foi revelado.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.