Samsung Galaxy S20 Lite: confirma-se a presença do desejado processador

Carlos Oliveira
Comentar

Tal como no ano passado, a Samsung está já a trabalhar numa versão Lite do topo de gama Galaxy S20. Todavia, em 2020 este equipamento mais acessível poderá ser revelado já em outubro.

Algo que pode ser um indicador dessa antecipação é a recente passagem do Samsung Galaxy S20 Lite pela plataforma Geekbench: Mais que isso, confirma-se a presença do processador Qualcomm Snapdragon 865.

Galaxy S20 Lite Geekbench

Depois de toda a controvérsia pela diferença de desempenho entre o Snapdragon 865 e o Exynos 990 nos Galaxy S20, é com bons olhos que os fãs veem a utilização do processador da americana. Isto significa que todas as críticas apontadas ao novo processador da Samsung não se aplicarão neste S20 Lite.

Fica ainda confirmado que o Samsung Galaxy S20 Lite virá com 6GB de RAM. A julgar pelo que aconteceu com o seu antecessor, esta deverá ser apenas uma das variantes disponíveis, com a sul-coreana a comercializar também uma versão com 8GB.

O que mais esperar do Samsung Galaxy S20 Lite

Por enquanto, ainda não são muitos os pormenores conhecidos acerca do Samsung Galaxy S20 Lite. Ficou agora confirmada a utilização do Snapdragon 865, mas há muito mais para descobrir.

Por forma a baixar um pouco o seu preço, é expectável que a Samsung faça alguns sacrifícios neste equipamento. Um deles deverá ser ao nível do seu ecrã, que além de uma menor taxa de atualização, não deverá contar com nenhuma curvatura lateral.

As suas câmaras também deverão ser alvo de algumas modificações. Embora seja plausível que mantenha três lentes, os seus propósitos e qualidade deverão ser inferiores aos que vemos nos Galaxy S20.

Caso o Samsung Galaxy S20 Lite seja realmente desvendado em outubro, não tardará até que mais informações surjam. Depois de revelados os Galaxy Note 20, o primeiro passará a ser o foco da sul-coreana.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.