Samsung Galaxy S10 Lite confirma algumas especificações em teste de benchmark

Carlos Oliveira
Comentar

Não há muito tempo surgiu o rumor que a Samsung estaria a desenvolver um Galaxy S10 Lite e que este partilharia as especificações do Galaxy A91. Para confirmar este ponto temos a sua recente passagem pela plataforma Geekbench.

Graças a este teste de desempenho, fica confirmada a presença do processador Snapdragon 855 e de 8GB de RAM. Um conjunto de hardware que dificilmente associamos a um modelo com a designação "Lite".

Galaxy S10 Lite Geekbench

O processador Snapdragon 855 é precisamente o mesmo que se encontramos no Galaxy S10 ou Note 10 nos EUA, que são os principais topos de gama da empresa. Adicionalmente, temos a questão dos 8GB de RAM que são superiores aos 6GB do Galaxy S10e.

Resultados do teste de benchmark fazem jus ao seu hardware

Os resultados que este Galaxy S10 Lite obteve na Geebenck estão muito abaixo do que habitualmente vemos na plataforma para este hardware. No entanto, a Geekbench alterou os seus parâmetros de avaliação e pelos seus novos padrões este novo modelo está em linha com o alcançado pelo Galaxy S10.

O Galaxy S10 Lite obteve 742 pontos em single-core e 2604 em multi-core. Já o Galaxy S10, com o mesmo processador e com os mesmos parâmetros, arrecadou 648 e 2453 pontos respetivamente. Os resultados não são exatamente iguais, mas o desempenho real não irá diferir muito.

Galaxy S10 Lite irá confundir os consumidores menos atentos

Continuo a pensar que o lançamento do Galaxy S10 Lite não é a melhor jogada da parte da Samsung. Especialmente se for revelado apenas em 2020. Num ano em que a Samsung irá lançar os seus topos de gama Galaxy S11, o lançamento de um "Galaxy S10" irá confundir os consumidores e fazer parecer o último desatualizado.

Consigo entender que a sul-coreana queira aproveitar a ausência da Huawei no mercado europeu e aproveitar o sucesso dos seus modelos Lite. Mas sendo essa a intenção, acredito que faria mais sentido apresentar um Galaxy S11 Lite. Pelo menos com esta designação o consumidor comum perceberia automaticamente que este seria uma versão menos potente dos novos topos de gama da sul-coreana.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.