Samsung Galaxy Note 7 2 (1)

Samsung Galaxy Note 7 serão retomadas no nosso mercado no final de outubro, pondo fim a uma ordem de recolha sem precedentes. O objectivo? Retirar do mercado todas as unidades do Samsung Galaxy Note 7 que pudessem ter algum defeito na sua bateria, algo que estava a causar a espontânea explosão de alguns equipamentos. Pois bem, pelos vistos o pesadelo ainda está longe de acabar.

O mais recente caso chega-nos da China, um mercado ao qual não chegaram os lotes de Samsung Galaxy Note 7 com baterias possivelmente defeituosas. Razão pela qual os equipamentos em circulação na China foram marcados como “seguros” pela gigante sul-coreana. Pois bem, parece que uma destas unidades “seguras” acabou de explodir nas mãos de um infeliz consumidor.

   

Samsung Galaxy Note 7 em causa pertencia ao senhor Hui Renje que teria adquirido o seu novo phablet durante o fim-de-semana passado e começou a utiliza-lo ontem, segunda-feira. Os detalhes específicos sobre o desenrolar da situação são algo difusos mas, já vimos vários casos semelhantes de explosões com este Samsung Galaxy Note 7 e as fotografias que acompanham o relato do infeliz dono acabam por nos fazer acreditar na história.

Restos do Samsung Galaxy Note 7 e do computador danificado
Restos do Samsung Galaxy Note 7 e do computador danificado

Segundo consta, este triste acontecimento deixou o senhor Hui Renje com dois dedos queimados e com o seu MacBook danificado, tal como ilustra a imagem. Além disso, podemos ver os danos causados pela explosão da bateria com base na localização dos estragos e pelo padrão dos mesmos.

Após o relato do acontecimento este senhor terá sido contactado por um representante da Samsung que se terá prestado a levar o Samsung Galaxy Note 7 chamuscado e, presumivelmente, oferecer-lhe um novo para evitar mais comoção com um assunto que tanto tem manchado a Samsung. Pois bem, o senhor Renjie terá recusado a proposta da marca e preferiu vir a público para que o incidente não passasse despercebido, de acordo com a fonte (Bloomberg).
Um caso semelhante na China acabou por ser causado por uma fonte externa de calor e não propriamente pelo Samsung Galaxy Note 7 mas claro, a confiança na Samsung, neste momento, está em níveis muitos baixo, seja na China ou em qualquer outro ponto do mundo.

O que me preocupa é o facto deste Samsung Galaxy Note 7 em específico estar marcado como "seguro" pela marca. Isto depois de o infeliz dono ter publicado uma imagem da caixa onde podemos ver um pequeno sinal que o identifica como seguro, e mesmo correndo o IMEI do equipamento no centro de verificação e recolha da Samsung, volta a ser dado como "seguro".

Talvez queiras ver:

Câmara do HP Elite X3 comparada à do Lumia 950 (com fotos)

HP Elite X3 pode chegar aos 1475€

O HP Elite X3 é a produtividade num smartphone (com vídeo)

ViaCNN
Fontebloomberg
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).