Samsung Galaxy Home continua desaparecida e sem data para chegar ao mercado

Pedro Henrique

A Samsung é, como todos sabemos, uma empresa que se encontra em quase todos os cantos do mercado tecnológico, com inúmeros produtos de grande calibre. Todavia, a empresa mostrou que pode passar por momentos mais controversos, como é o caso deste em que a Galaxy Home continua sem ser colocada oficialmente no mercado.

Apresentada no mesmo dia em que o Samsung Galaxy Note 9 foi oficializado, a empresa sul-coreana havia prometido que a sua home speaker poderia ser encontrada numa loja Samsung - e não só - no início de 2019. Entretanto, quando esta apresentou o famoso Galaxy Fold em fevereiro, afirmou, uma vez mais, que a coluna dotada de inteligência artificial chegaria em abril.

Samsung Galaxy Home

Ora, a verdade é que, após o término do mesmo, nada foi dito por parte da Samsung e, ao que parece, de acordo com a fonte da notícia, os representantes da empresa optaram apenas por dizer que o dispositivo será colocado no mercado durante a primeira metade de 2019. Assim, há agora cerca de dois meses para que se possa ver a Galaxy Home, finalmente.

Samsung Galaxy Home será o novo AirPower?

Certo é que tais acontecimentos só prejudicam, por pouco que seja, a imagem de uma empresa perante o consumidor, tal como aconteceu com o AirPower da Apple. Todavia, talvez haja uma mudança de estratégia por parte da empresa sul-coreana para aquele que parece ser um bom produto, preparado para entrar num mercado demasiado competitivo.

Para além disso, tudo parece tornar-se ainda mais complicado para a Samsung a partir do momento em que esta revelou o seu produto com a famosa Bixby. O problema, por sua vez, é que a assistente virtual não é a mais sonante por ser a melhor comparativamente às rivais, mas sim o contrário.

Assim, até que ponto é que o adiamento por parte da gigante tecnológica no lançamento deste produto não terá que ver com a possibilidade de permitir ao utilizador que use a Google Assistant ou a Alexa? Seria bastante improvável, mas não seria de todo descabido.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.