Samsung Galaxy Fold testado em vídeo até partir

Bruno Coelho
Comentar

O Galaxy Fold é o primeiro smartphone dobrável da Samsung a chegar ao mercado. Apresentado em fevereiro, tinha chegada prevista ao mercado em abril. No entanto, vários problemas no ecrã e na zona de dobragem acabaram por adiar o lançamento oficial até ao final de setembro.

A Samsung alega que o terminal é capaz de aguentar 200 mil dobragens/desdobragens sem problemas. O site Cnet decidiu testar isso mesmo, pondo-o à prova numa máquina chamada FoldBot.

A FoldBot foi construída pela empresa seguradora SquareTrade, e é capaz de abrir e fechar o dispositivo várias vezes por segundo. Como podes ver no vídeo abaixo, o terminal vacilou às 119,380 vezes, altura em que o ecrã partiu.

Velocidade da máquina do teste não representa uso real

Há vários pontos que deves ter em conta. Em primeiro lugar, é quase impossível que vás dobrar o ecrã este número de vezes durante o seu ciclo de vida. Além disso, o FoldBot “trabalha” a uma velocidade superior àquela a que normalmente se vai abrir o smartphone.

Neste quesito de dobragem/desdobragem, pode dizer-se até que o Galaxy Fold é bastante durável. No entanto, deves ter em conta que este é um dispositivo bastante sensível caso o ecrã ou a zona de dobragem entre em contacto com objetos indesejados.

No final do dia, o Galaxy Fold merece vários cuidados por parte de quem o adquira. No entanto só o uso real é capaz de definir se este se apresenta com durabilidade ou não.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.