Depois dos problemas, Samsung não vai adiar lançamento do Galaxy Fold

Bruno Coelho

Um dia depois de os Galaxy Fold chegarem aos mais populares reviewers, as primeiras queixas começaram a aparecer. Com apenas um dia de uso o ecrã de algumas destas unidades partiu-se. A Samsung diz já estar a investigar a situação e os planos de lançamento não vão ser alterados.

Como escrevemos sobre este assunto, os problemas não foram relatados apenas por um utilizador, mas sim vários. Além disso, é de notar que alguns destes removeram a camada protetora do painel, que ao que parece não é suposto ser removida. Tal, provoca danos irreparáveis no dispositivo.

samsung galaxy fold mkbhd
Ecrã da unidade do youtuber @mkbhd partiu-se após este retirar a camada protetora

Algo que deves ter em mente, é que estamos a falar de um dispositivo que, embora vá custar 2000 euros, tem um ecrã de plástico. Obviamente não sendo de vidro, os riscos podem acontecer mais facilmente, daí que a Samsung tenha colocado esta camada protetora que vem com um aviso de não remoção. Ou pelo menos é suposto vir.

Enquanto a tecnologia não estiver desenvolvida, o plástico vai continuar a ser o componente destes ecrãs. Ou seja, tanto a Samsung, como a Huawei ou outras construtoras que apostem em dispositivos dobráveis, não vão ter ecrãs de vidro nas primeiras versões.

Also from Samsung PR: “There are no changes to the plans – we are launching in the U.S. on April 26.”

— Joanna Stern (@JoannaStern) 18 de abril de 2019

Segundo escreve a colunista do Wall Street Journal, Joanna Stern, a Samsung vai inspecionar pessoalmente estas unidades. A gigante sul-coreana tem de apressar-se a perceber as causas destes problemas, já que o lançamento vai mesmo acontecer na próxima semana.

A Samsung tem assim até 26 de abril para resolver todo este imbróglio. A empresa já disse que não vai adiar o lançamento, pelo que tem de ser cautelosa com o que vai chegar aos verdadeiros consumidores. Uma coisa são problemas de vários reviewers, outra são problemas de consumidores que pagaram 2000€ por um dispositivo.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.