Samsung Galaxy Fold 'parte-se' após um dia de uso!

Vitor Urbano

Depois do tão antecipado Samsung Galaxy Fold ter começado a chegar às mãos dos primeiros reviewers, foram muitos os vídeos de primeiras impressões publicados sobre o primeiro smartphone dobrável da fabricante. Apesar dos grandes elogios, não demorou muito tempo até que os primeiros problemas surgissem.

Foram vários os relatos de problemas com o ecrã do Galaxy Fold, que se tornou totalmente inutilizável após 1 ou 2 dias de utilização. Considerando que se trata de um smartphone que custa quase 2000 euros, este tipo de problema torna-se ainda mais sério.

galaxy fold

Ainda que vários tenham relacionado os problemas do ecrã com o facto de terem removido uma película de plástico, que claramente não é suposto ser removida, esta parece não ser a única fonte de problemas. Vários reviewers confirmam que o seu Samsung Galaxy Fold deixou de funcionar mesmo sem terem removido a dita película.

Ditos "experts" pensam que não precisam de ler as instruções...

Em primeiro lugar, parece-me no mínimo caricato que ditos especialistas em smartphones tenham não só, caído neste erro, mas ainda trazer o "problema" para as redes sociais. Entre os quais está Mark Gurman e Marques Brownlee.

Gurman vai ainda mais longe nos seus tweets dizendo que não sabia que não era suposto tirar aquela película, e que os utilizadores também não irão saber. O grande problema é que, na película protetora que chega no Galaxy Fold (que deve ser removida), tem uma aviso bem explicito sobre esta segunda camada que não deve em qualquer situação ser removida. Ainda que seja possível que as suas unidades não tivessem este aviso (culpa da Samsung), certamente que a película não se parece com as vulgares proteções que chegam nos smartphones e são removidas segundos depois de saírem da caixa.

The screen on my Galaxy Fold review unit is completely broken and unusable just two days in. Hard to know if this is widespread or not. pic.twitter.com/G0OHj3DQHw

— Mark Gurman (@markgurman) 17 de abril de 2019

Se esta fosse a única razão para os vários problemas relatados, não deveria existir grandes motivos para preocupação. No entanto, outros problemas foram relatados, sem nunca ter sido removida a dita película. Mesmo com a tal camada protetora no ecrã, vários Galaxy Fold acabaram por se tornar 'pisa papeis' de 2000 euros, uma vez que o seu ecrã deixou de funcionar por completo.

PSA: There's a layer that appears to be a screen protector on the Galaxy Fold's display. It's NOT a screen protector. Do NOT remove it.I got this far peeling it off before the display spazzed and blacked out. Started over with a replacement. pic.twitter.com/ZhEG2Bqulr

— Marques Brownlee (@MKBHD) 17 de abril de 2019

Dieter Bohn do The Verge teve uma experiência ligeiramente diferente com a sua unidade. Sem razão aparente, viu surgir uma espécie de bolha no ecrã do seu Samsung Galaxy Fold, exatamente onde o ecrã dobra. Inevitavelmente essa 'bolha' acabou por fazer demasiada pressão no ecrã, causando danos irreversíveis.

Mas, estes não são os únicos problemas que parecem infestar o primeiro smartphone dobrável da Samsung. O facto do ecrã não ter nenhuma camada de vidro (caso contrário não poderia dobrar). Uma vez que é feito de plástico, está muito mais vulnerável a riscos e dents que certamente vão 'doer' muito mais num smartphone de 2000 euros.

Samsung Galaxy Fold Aviso

O Samsung Galaxy Fold vai ficar disponível para compra já na próxima semana. Por isso, não vai demorar muito mais tempo até que todas as dúvidas quanto a estes problemas sejam esclarecidas. Caso estas vulnerabilidades não estejam apenas presentes nestas unidades pré-produção, certamente que a Samsung irá ficar em muito maus lençóis uma vez mais.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.