Samsung Galaxy Fold ficará ainda mais futurista com a nova versão!

Filipe Alves
Comentar

Podemos dizer que o sucesso do Samsung Galaxy Fold ainda está para saber. Por muito que a Samsung tenha vendido desalmadamente estes equipamentos assim que estiveram disponíveis para compra, os problemas que foram reportados antes do lançamento levantaram questões face à qualidade do produto.

Certamente por isso é que a Samsung está a apressar a sua nova versão. O Galaxy W20 deverá ser o sucessor do Samsung Galaxy Fold e já foi registado na TENAA, entidade reguladora mobile na China.

Quando chegará o novo Samsung Galaxy Fold

Samsung Galaxy Fold

Este Galaxy W20, que se pode chamar de Galaxy Fold 2.0, terá uma diferença considerável para o antecessor. A implementação da tecnologia 5G é a principal diferença.

A passagem na TENAA confirmou o ecrã de 4.6" polegadas exterior e a possibilidade de abrir o equipamento e ter um ecrã de um mini tablet. Temos também a informação da bateria de 4135 mAh.

Os preços continuarão fora do orçamento

Samsung GAlaxy Fold

Contudo, ainda não é motivo para festejar. O preço deste novo Galaxy Fold, ou Galaxy W20, rondará o 2800$, ou seja 2500€ na melhor das hipóteses. Um valor consideravelmente acima de qualquer outro dispositivo no mercado.

Não sabemos até que ponto é que o novo W20 chegará à Europa. Para já o dispositivo passou na TENAA e isso garante-nos que o terminal está preparado para começar a sua venda na China.

Esta pode ser uma das poucas oportunidades que a Samsung tem em vingar no maior mercado do mundo. Até porque a Samsung está mal há alguns anos a nível de vendas na China. Porém, sendo das poucas a dar este tipo de terminal dobrável, acredito que possa ser o suficiente para voltar a chamar os clientes chineses para a compra de um smartphone Samsung.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.