Samsung tem novas ferramentas de privacidade nos Galaxy S21

Rui Bacelar
Comentar

A geração Samsung Galaxy S21 traz melhorias significativas para a privacidade dos utilizadores. Presentes na interface One UI 3.0, a skin da marca baseada no Android 11, está também uma nova aplicação, a Private Share concebida para esse mesmo fim.

As partilhas de conteúdo com menos informações dos utilizadores. A possibilidade de remover as informações da localização GPS dos metadados das fotografias e outros detalhes que possam pôr em causa a privacidade do utilizador são algumas das novidades.

Sério reforço de privacidade na geração Samsung Galaxy S21

Samsung Private Share

O novo trio de smartphones com processador Exynos, ou Snapdragon, tem na interface One UI 3.0 novos recursos de privacidade, para já exclusivos desta linha de produtos. Agora que já conhecemos os Galaxy S21 continuamos a descobrir novas ferramentas.

A privacidade foi, com efeito, um dos destaques da apresentação Galaxy Unpacked e para o utilizador comum há desde já uma nova opção fácil de usar e capaz de fazer a diferença. Antes de partilhar uma foto é possível remover os dados da localização GPS.

Tudo o que terás a fazer é selecionar a foto, na aplicação de Galeria, carregar no botão de partilha e selecionar "Remover dados da localização". A opção está presente no menu de partilhas, com o processo ilustrado na imagem apresentada em seguida.

Remover os dados de localização GPS nos Galaxy S21

Samsung Private Share
A opção de remover os dados de localização ao partilhar uma foto nos Galaxy S21.

Assim, de uma forma extremamente simples e intuitiva, o utilizador protegerá a sua privacidade. Deixará de ser possível ver os dados da latitude e longitude calculados com recurso à localização GPS. Estes dados são agregados na altura em que a foto é captada e visíveis nos campos de informação EXIF, etiqueta / menu que reúne vários detalhes, incluindo a localização.

Existem, paralelamente, diversas aplicações na Google Play Store que cumprem este exato propósito. No entanto, com os Samsung Galaxy S21 a opção estará diretamente presente ao fazer uma partilha de imagens. Será nativa da interface One UI 3.0.

A remoção da informação EXIF

Caso nada seja feito, estas informações poderão ser facilmente consultáveis nas redes sociais, ou outras plataformas em que a imagem seja partilhada. Em seguida podemos ver um exemplo disso mesmo em imagens institucionais da Samsung.

Samsung EXIF DATA
Exemplo de informação presente nas imagens - campos EXIF

Além das novas opções de privacidade presentes na One UI 3.0 da Samsung, há também a nova aplicação Private Share. A app de sistema foi criada para revogar automaticamente acesso a ficheiros partilhados após dois dias.

Por exemplo, ao usar a app Private Share, o utilizador pode partilhar um qualquer ficheiro - fotos, vídeos, documentos, etc - e revogar automaticamente o acesso ao mesmo passado dois dias. Findo este período, o destinatário receberá uma notificação de que deixará de poder aceder ao mesmo.

A Private Share funciona em qualquer smartphone Galaxy com Android 9, ou posterior. É o garante máximo do controlo sobre conteúdos partilhados, com ambas as partes a serem notificadas do período de 48 horas em que os conteúdos estão disponíveis.

Vale ser dito que a aplicação não impedirá o destinatário de guardar os ficheiros noutra plataforma, ou formato. Tampouco o impedirá de fazer capturas de ecrã a esse mesmo conteúdo, mas não deixa de ser mais um reforço para a privacidade do utilizador.

Há melhorias para o Samsung Knox Vault

Por fim, subjacente aos Samsung Galaxy S21 está o Samsung Knox Vault. Este é o sistema de segurança para os dispositivos móveis e respetivos conteúdos. É uma solução composta por um processador seguro, memória segura e software integrado para proteger o que reside no smartphone, sobretudo as credenciais de acesso e dados biométricos.

Consiste nas várias linhas de defesa e proteção dos dados supracitados, para que não escapem por acidente, ou sejam indevidamente acedidos. É um sistema com várias camadas que também promete proteger os dados de ataques ao hardware.

Para tal, a Samsung terá trabalhado em estreita colaboração com a Qualcomm Technologies para desenvolver um chip dedicado à proteção dos conteúdos. Um "coração" criado para impedir adulteração de dados no smartphone, ou alterações nos componentes-chave do mesmo, sendo assim uma camada extra de segurança nos Samsung Galaxy S21.

Os destaques do evento GalaxyUnpacked

Em síntese, para o utilizador, o Samsung Knox Vault é o garante máximo da segurança dos seus dados biométricos como as palavras-passe e registo das impressões digitais ou reconhecimento facial, albergando também todas as credenciais de acesso utilizadas.

Acreditamos que várias destas soluções cheguem gradualmente a outros smartphones Samsung.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.