Samsung Exynos 2100 é oficial! O processador dos Galaxy S21

Rui Bacelar
Comentar

A escassos dias do próximo Galaxy Unpacked agendado para 14 de janeiro, evento onde ficaremos a conhecer os Galaxy S21, a Samsung apresenta oficialmente o novo processador da linha Exynos. Este é o novo SoC (system-on-chip) Exynos 2100.

Trata-se do processador que alimentará os próximos smartphones topo de gama da fabricante líder de mercado. Por outras palavras, são estes os "motores" dos smartphones Samsung Galaxy S21 que chegarão a Portugal e aos principais mercados do Mundo.

As caraterísticas do novo Exynos 2100

Samsung Exynos 2100 Samsung Exynos 990
CPU 1 núcleo Cortex X-1 a 2,9 GHz
3 núcleos Cortex - A78 a 2,8 GHz
4 núcleos Cortex - A55 a 2,2 GHz
2 núcleo Mongoose M5 a 2,73 GHz
2 núcleos Cortex - A76 a 2,5 GHz
4 núcleos Cortex - A55 a 2 GHz
GPU Mali-G78 MP14 da ARM Mali-G77 MP11 da ARM
RAM LPDDR5 LPDDR5
Câmara 200 MP sensor único
8K/30 fps
4K/120 fps
108 MP sensor único
8K/30 fps
4K/120 fps
Modem 4G LTE
5G sub-6GHz e mmWave
até 7,35Gbps em download
4G LTE
5G sub-6GHz e mmWave
até 7,35Gbps em download
Litografia 5 nm 7 nm

Este é o processador que chegará com os Samsung Galaxy S21 à Europa e às lojas em Portugal. Nos Estados Unidos da América e na China será utilizado o Snapdragon 888 da Qualcomm, uma das alternativas mais poderosas em 2021.

O novo SoC da Samsung destaca-se por utilizar apenas núcleos da ARM. Note-se que é a primeira vez desde 2015 que a Samsung não usa os seus núcleos "Mongoose", personalizados pela própria consoante as suas necessidades.

Assim, temos no Exynos 2100 a mesma configuração de núcleos do Snapdragon 888 da Qualcomm, algo que deverá igualar o desempenho de ambos os chips e que, de acordo com a Samsung trará melhorias de até 30% no desempenho multi-core.

O chip dos Samsung Galaxy S21 na Europa

Samsung Exynos 2100

A fabricante sul-coreana refere ainda que o consumo energético será 20% menor graças à litografia de 5 nm. Esta é uma das maiores novidades face ao Exynos 990, o chip de 2020 com litografia de 7 nm. Agora, o desempenho e a eficiência serão reforçados.

O novo SoC também trará grandes melhorias para o desempenho gráfico. Para que os jogos corram ainda melhor nos Samsung Galaxy S21, o Exynos 2100 promete um desempenho gráfico até 40% melhor graças à nova Mali-G78 MP14 da ARM.

Este mesmo núcleo gráfico está presente no novo processador de gama média da Samsung, o Exynos 1080. Apesar de ter menos núcleos, este SoC alimentará a nova geração de smartphones Android relativamente acessíveis da fabricante.

Melhorias que os utilizadores vão sentir nos jogos e muito mais

Mais ainda, trata-se de um SoC com todas as conetividades de topo. Temos um modem 5G integrado com suporte para o sub-6GHz, bem como o mmWave, sendo capaz de atingir velocidades teóricas de 5,1 Gbps em download.

A Samsung destaca ainda as capacidades de machine learning que reforçam o motor de IA, a Inteligência Artificial. De acordo com a marca, o novo NPU entrega até 26 TOPs de poder de processamento, um salta notório face ao SoC anterior com 15 TOPS.

O novo processador é capaz de lidar com um único sensor de 200 MP de resolução, ou com até seis câmaras fotográficas. Também permite a captação e reprodução de vídeo na resolução 8K a 60 fps, ou 4K até 120 fps para câmara lenta.

Por fim, a marca deu a saber que o novo Exynos 2100 está já em produção em massa. Algo que não nos surpreende, pois, este será o processador utilizado nos Samsung Galaxy S21 com apresentação para o dia 14 de janeiro .

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.