Samsung e LG estão a desenvolver monitores portáteis para os seus smartphones

Carlos Oliveira
Comentar

Não há dúvida que os smartphones estão cada vez mais poderosos e capazes de realizar inúmeras tarefas. Porém, a dimensão dos seus ecrãs podem ser, por vezes, uma limitação. Isso é algo que a Samsung e a LG querem tentar contornar.

Segundo o que está a ser avançado, as duas empresas estão a desenvolver monitores portáteis para usar em conjunto com os seus smartphones. A ideia será oferecer maiores capacidades de produtividade a estes dispositivos.

Ambos os produtos terão 14.1 polegadas de diagonal e resolução Full-HD. Contudo, o monitor da Samsung contará com uma bateria de 10.000mAh, ao passo que o da LG ficar-se-á pelos 5.000mAh.

Monitor

Naturalmente que isto terá consequências no peso destes gadgets. O primeiro pesará menos de 1 quilograma e o segundo a fica-se pelos 600 gramas. De facto, estes pesos são vantajosos para a portabilidade dos monitores, mas não sei se o mesmo se poderá dizer das suas dimensões.

Um ecrã de 14.1 polegadas é o mesmo que encontramos em vários computadores portáteis. Ou seja, parece que andarás com um tablet atrás de ti, porém necessitam do teu smartphone para funcionar.

Monitores poderão ser conectados por cabo ou Bluetooth

Para que o teu smartphone e o monitor possam conectar-se, essa ligação poderá realizar-se por cabo ou Bluetooth. Será importante saber se o modo como os ligares trará limitações, pois se não for o caso, não vejo por que razão haveríamos de levar um cabo atrás.

Poderá esta ideia ser bem sucedida?

Tentar trazer maior produtividade a um smartphone Android não é uma novidade. A Samsung, por exemplo, já tem a DeX que, resumidamente, consiste em ligar um monitor e um teclado ao smartphone e transportar a sua interface para um ecrã maior.

O Android 10 e os mais recentes equipamentos da LG já trazem uma funcionalidade nativa que nos permite fazer algo semelhante à DeX. No entanto, o Android não é um sistema operativo preparado para ecrãs grandes.

Em suma, esta nova ideia da Samsung e LG tem o seu mérito, mas poderá não surtir efeito desejado pelas limitações impostas pelo Android. É por isso que o Fuschia poderá ser o futuro, pois, pelo pouco que se sabe, estará preparado para smartphones e tablets.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.