Home Android

Samsung quer desenvolver as suas próprias placas gráficas

Estas gráficas deverão ser direcionadas para equipamentos de gama baixa.

Samsung
Depois dos seus processadores, a sul-coreana quer apostar nas gráficas

A Samsung é atualmente a maior construtora de dispositivos móveis do mundo. É ainda líder de vendas a nível mundial no que a smartphones diz respeito. Mas esta empresa sul-coreana é muito mais do que os seus smartphones Android.

A Samsung é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Ela comercializa ainda eletrodomésticos, ar-condiconados, televisões e muito mais. É ainda a maior empresa de semi-condutores do mundo, impondo-se inclusive à norte-americana Intel.

Vê ainda: iOS 12. iPhone partilhará a sua localização ao ligar para um único número

Assim sendo, foi quase um passo natural começarmos a ver a empresa a desenvolver e aplicar os seus próprios processadores nos seus smartphones. Os Exynos vigoram nas variantes globais dos seus topos de gama, ao passo que os Snapdragon apenas são comercializados na China e EUA.

Todavia, estes processadores fazem uso de placas gráficas de terceiros. Mais concretamente, os processadores Exynos contam com GPU´s Mali, produzidos pela ARM. Gráficas que, aliás, fazem parte de todos os restantes processadores com exeção dos Snapdragon.

Samsung quer desenvolver também as suas próprias placas gráficas

Mas a Samsung quer mudar o se papel neste mercado. Segundo o que avança a publicação WinFuture, a sul-coreana quer começar a desenvolver as suas próprias placas gráficas. Conclusão retirada de um anuncio descoberto no Linkedin.

Tendo por base aquilo que é avançado, a empresa quer assumir total controlo do desenvolvimento destes componentes. Desde a sua arquitetura, design e conjunto de instruções.

As mesmas terão uma performance de topo de gama. Mas o curioso é que a empresa pretende implementá-las nos seus equipamentos de gama baixa. Uma decisão um tanto quanto curiosa.

Com esta manobra, a Samsung quererá dotar os seus equipamentos económicos com performance gráfica de topo. Mais ainda, ao adotar gráficas próprias estará a reduzir alguns custos de produção e, consequentemente, o preço de venda ao público.

Para o futuro, a gigante sul-coreana aspira ainda a implementar as suas GPU´s em carros autónomos e em equipamentos de Inteligência Artificial.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi Max 3: Assim será o próximo phablet da gigante chinesa

OnePlus 6 já pode testar a 2.ª versão beta do Android P

Xiaomi Mi A2: Já há possíveis preços para o próximo Android One

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.