Samsung dá "queda" nas vendas em 2020. Números não mentem

Bruno Coelho
Comentar

O ano de 2020 é para esquecer a muitos níveis. E a Samsung deve mesmo vir a olhar este como o pior ano dos últimos nove. Pelo menos segundo os números vindos do país natal da marca, a Coreia do Sul.

Samsung não atinge 300 milhões de vendas, pela primeira vez em nove anos

Tal como é indicado pelo site IT Home, a Samsung não vai alcançar a meta dos 300 milhões de telemóveis vendidos ao longo deste ano. Esta será a primeira vez que tal acontece nos últimos nove anos, havendo vendas estimadas de “apenas” 270 milhões.

No final do terceiro trimestre, em setembro, a Samsung divulgava já ter 189,4 milhões de smartphones expedidos. Estes são números abaixo do que a marca já nos habituou, tendo em conta que se trata da líder de mercado.

Samsung Galaxy Note 20 Ultra 5G
Samsung Galaxy Note 20 Ultra 5G

A pandemia de Covid-19 fez com que as compras de novos smartphones diminuíssem. E mesmo com números de relevo, a Samsung acaba por sofrer um revés a que não está habituada.

Esta mesma fonte recorda que a Samsung já estabeleceu uma meta convincente para 2021: chegar aos 307 milhões de unidades vendidas. Entre estes números, a marca espera vender 287 milhões de smartphones e 20 milhões telemóveis convencionais.

Recorde-se que a Samsung começa o ano em grande, já em janeiro. No dia 14 do próximo mês serão apresentados os novos Galaxy S21, S21 Plus e S21 Ultra. Pela primeira vez, o modelo mais potente vai chegar com suporte para a S Pen.

Mesmo com vendas mais modestas em 2020, a qualidade dos equipamentos da líder de mercado mobile não foi ferida. Assim o comprova a nossa análise ao melhor do ecossistema da Samsung em 2020.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.