Samsung - Baterias com grafeno carregam totalmente em 12 minutos

Rui Bacelar
Baterias Grafeno atualização oficial Android Oreo Samsung Galaxy Samsung pesquisa Inteligência Artificial
Esta nova tecnologia pode revolucionar a forma como carregamos e usufruímos dos nossos smartphones @sammobile

A tecnologia das baterias para smartphone é um dos seus pontos mais estáticos. Note-se que a atual geração com baterias de polímeros de iões de lítio já está em circulação à vários anos. Contudo, surgiu hoje uma nova peça oriunda da Coreia do Sul que pode sinalizar uma revolução neste segmento. As boas-novas foram dadas pela própria Samsung. O grafeno está no centro da inovação.

Vê ainda: Bateria: 5 Erros que ainda cometemos ao carregar o Smartphone

A peça avança que a Samsung desenvolveu um novo tipo de carregamento, uma nova tecnologia, já com a devida patente, que utiliza o grafeno em vez da grafite. Segundo consta, esta alteração aumenta a capacidade da bateria sem aumentar o seu tamanho físico, as suas dimensões físicas.

Baterias com 45% mais capacidade, a mesma dimensão física

Mais ainda, tal como avança a zdnet, a velocidade de carregamento destas novas baterias da Samsung duplica face à presente tecnologia baseada nos polímeros de lítio. Será portanto uma dupla revolução. Autonomia/capacidade e velocidade de carregamento destas células de energia.

Mais concretamente, a capacidade da bateria pode aumentar até 45% sem ter que aumentar a dimensão física da bateria. Para tal bastará trocar a grafite pelo grafeno. A Samsung acredita que estas baterias poderão ser totalmente carregadas em apenas 12 minutos. Isto coloca o termo "carregamento rápido" num novo patamar!

Mas há mais novidades! Como certamente saberão, as baterias não podem ser submetidas a temperaturas altas, sob o risco de instabilidade catastrófica. Aqui, o resultado comum é a combustão das mesmas e ninguém quer uma bateria que irrompa em chamas. Muito menos a Samsung.

Grafeno, o material que está no centro desta inovação da Samsung

As elevadas temperaturas colocam as baterias sob stress. Algo que diminui a sua vida útil e, em casos extremos pode ocorrer o cenário acima descrito. Outro dos sintomas comuns é o inchaço desta baterias, algo que o grafeno pretende corrigir/evitar.

Com efeito, ao utilizar o grafeno nas suas baterias, a sua estabilidade permanece imaculada, mesmo a altas temperaturas como 60ºC. Em suma, se ou quando estas baterias da Samsung entrarem em produção a sua aplicação pode ir muito além do típico smartphone.

Bateria Baterias grafeno Samsung Smartphone CEO
A Samsung novamente no centro das inovações
Na foto: DJ Koh, CEO da Samsung Mobile

Contudo, isto é algo que pode demorar alguns anos. Para já é apenas uma patente da Samsung Advanced Institute of Technology, uma inovação. Daí até ser adoptada pelo mercado ainda vai uma grande diferença.

Por último, poderemos esperar estas baterias com grafeno nos Samsung Galaxy S10 em 2019 ou no S11 para 2020 uma vez que toda a tecnologia ainda necessita de aperfeiçoamento. Contudo, isto levanta novas questões e suscita novas curiosidades sobre os limites da tecnologia.

Deixo-vos com uma questão. Como estas baterias com grafeno podem aumentar a capacidade das mesas em 45% face às atuais baterias isto poderia resultar em dois cenários.

O primeiro, uma diminuição do tamanho físico da bateria para smartphones bem mais elegantes e finos. O segundo cenário seria uma manutenção do atual tamanho físico das baterias mas com um aumento de quase metade da capacidade das células de armazenamento.

Qual preferiam, um smartphone bem mais fino, ou um smartphone mais 45% de autonomia? Pessoalmente escolheria o segundo cenários, sem pensar duas vezes.

Deixem-nos a vossa opinião abaixo, nos comentários.

Assuntos relevantes na 4gnews:

OnePlus 5T tenta humilhar a concorrência com novo vídeo da OnePlus

Android Oreo – atualização oficial chegará a todos estes Samsung Galaxy

Bitcoin – Quase 4 Milhões de Bitcoins foram perdidos para sempre!

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).