Samsung poderá lucrar mais do que nunca com o Apple iPhone X

Rui Bacelar
Apple iPhone X Samsung Display
A Samsung vai lucrar mais, com a venda dos topos de gama de Cupertino

O Apple iPhone X é o primeiro smartphone de Cupertino a utilizar um ecrã, um display OLED, este é um dos seus principais pontos de venda e o componente mais caro em todo o smartphone. Ora, a Samsung enquanto fornecedora monopolista de ecrãs OLED tornou-se obrigatoriamente na fornecedora principal de displays para a Apple. Por muita rivalidade que exista (e existe) entre ambas as empresas, a tecnológica de Cupertino não teve outra hipótese a não ser recorrer aos serviços da Samsung.

Agora, segundo uma nova peça oriunda da Coreia do Sul, a Samsung Display fornecerá até 200 milhões de painéis OLED flexíveis para o iPhone em 2018. Algo que também é avançado pela sammobile, uma fonte próxima de todas as novidades em torno da tecnológica sul-coreana.

Vê ainda: Pack de ícones temporariamente grátis para Android

Graças à crescente procura pelo Apple iPhone X, a tecnológica aumentou o número de pedidos (encomendas) à Samsung Display. Um negócio que se traduzirá em grandes lucros. Uma cifra que pode chegar aos 22 mil milhões de dólares a entrarem nos cofres da gigante sul-coreana.

Samsung é a produtora dos ecrãs OLED do Apple iPhone X

Só em 2018, a Samsung Display deverá providenciar à tecnológica de Cupertino entre 180 a 200 milhões de painéis OLED flexíveis. Isto para que os mesmos possam ser implementados no Apple iPhone X, um produto cuja procura continua a aumentar a cada dia que passa.

Ora, se cada painel custa um total de 110 dólares (preço de venda), fazendo as contas para um total de 180 a 200 milhões de displays. É fácil chegar a este cifra multi-milionária. Ora, uma das principais interessadas no sucesso deste smartphone é, nem mais nem menos, a principal rival da empresa de Tim Cook.

As taxas de produção dos painéis OLED da tecnológica sul-coreana terão aumentado 80% na segunda metade de 2017. Tudo isto para tentar dar resposta ao súbito pico de procura por este componente essencial. Agora, segundo fontes próximas da empresa, este aumento da taxa de produção terá finalmente atingido as metas da Apple.

Certo é que a empresa de Tim Cook precisará de muitos mais painéis OLED durante o próximo ano. Agora que a procura pelo Apple iPhone X, apesar de continuar em alta, começa a estabilizar. Algo que também permitirá à Samsung ajustar a sua produção para ir ao encontro das necessidades do mercado.

Em suma, uma das maiores interessadas no imediato sucesso do Apple iPhone X é a própria Samsung. Ter uma boa quota de mercado é ótimo mas ter lucros crescentes é ainda melhor!

Assuntos relevantes na 4gnews:

Nokia 9 – o smartphone perfeito com Android Oreo?

Bitcoin – As barbaridades das palavras da ex-ministra das Finanças

Android é vítima de novo malware, Google Play Store está a salvo!

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).