Samsung cresceu mais do que a Xiaomi no mercado de wearables - IDC

Rui Bacelar
Xiaomi mercado wearables Android Exynos 9610 Discos SSD 30TB GDDR6 5G Qualcomm RAM Samsung processadores Android Intel AnTuTu ameaça dos clones Samsung reuters novo módulo memória GDDR6
A fabricante sul-coreana estará a liderar a corrida no mercado de wearables. ©reuters

Samsung, Xiaomi, Apple, Huawei e o mercado dos "vestíveis" ou wearables. Em primeiro lugar, tal como aqui demos a conhecer, é a fabricante chinesa a atual líder deste segmento. Contudo, temos algumas (boas) surpresas neste mesmo segmento segundo os dados da IDC.

Ao passo que no mercado de smartphones a Samsung tem vindo a perder alguma da sua vantagem sobre a Apple, Xiaomi e Huawei, neste mercado a situação inverte-se. No que diz respeito aos dispositivos vestíveis ou wearables a gigante sul-coreana volta a crescer.

Vê ainda: Xiaomi lidera os wearables e ultrapassa a Apple e Fitbit!

Em suma, temos visto um forte crescimento das fabricantes chinesas como a Huawei e Xiaomi com os seus smartphones. Já por outro lado, a Samsung tem perdido um pouco da sua quota de mercado para estas rivais ao passo que a Apple permanece em 3º lugar.

Todavia, no mercado de wearables o cenário é distinto. Aqui, segundo os mais recentes dados da agência de análise de mercado - IDC - temos um panorama muito diferente. Em primeiro lugar cumpre salientar que estamos a referir-nos aos relógios e pulseiras inteligentes. Isto é, aos smartwatches bem como às smartbands e/ ou fitness trackers.

Nem a Xiaomi cresceu tanto como a Samsung!

Olhando agora para os dados da IDC referentes ao terceiro trimestre (3º) de 2018, temos um enorme crescimento da Samsung e Xiaomi. Em primeiro lugar a sul-coreana Samsung com um crescimento de 91% face ao período homólogo de 2017, o 3º trimestre de 2017. Uma cifra impressionante que a coloca à frente até mesmo da Xiaomi que se impõe perante a Apple bem como a Huawei. Nesse sentido podemos apontar o crescimento 90.9% neste terceiro trimestre de 2018 por parte da chinesa Xiaomi. Veja-se o gráfico:

Samsung Apple Xiaomi Huawei IDC
O relatório da IDC mostra-nos o surpreende crescimento da Samsung, superando até mesmo a Xiaomi

Olhando para o atual ordenamento, vemos a Xiaomi em primeiro lugar durante este último trimestre. Nesse sentido a fabricante chinesa mantém-se à frente da norte-americana Apple bem como da sua rival Huawei.

Olhando para o volume de vendas, a Xiaomi vendeu mais 6.9 milhões de unidades neste trimestre em análise. Algo que se deve à chegada aos mercados da sua pulseira Xiaomi Mi Band 3 bem como ao facto de a marca se continuar a expandir para vários novos mercados.

Como se portou a Apple e a Huawei?

Com efeito, a Xiaomi deixou de ser uma marca local para concorrer diretamente com a Samsung, Apple e Huawei nos principais teatros. Algo que lhe garante o acesso a um número cada vez maior de potenciais consumidores.

A Apple coloca-se no extremo oposto com produtos voltados para o mercado premium como o novo Apple Watch Series 4. Nesse sentido tivemos também um bom comportamento nas vendas com 4.2 milhões de unidades vendidas do Apple Watch Series 3.

Xiaomi Apple Samsung Huawei Watch GT Huawei Band 3 Pro
O mercado é dominado pela Xiaomi Mi Band 3 mas a Huawei também quer disputar este terreno.

Todavia cumpre ser dito que a Apple não reduziu o preço das gerações anteriores, pelo menos não de forma significativa. Nesse sentido acreditamos que a fabricante poderia ter aumentado o volume de vendas caso baixasse o preço do produto em questão.

Em suma, a Xiaomi conta com 21.5% de quota de mercado. Em segundo lugar temos a Apple com 13.1%. Em terceiro temos a Fitbit, Huawei e Samsung. Empresas com 10.9%, 5.9%, e 5.6% de quota de mercado, respectivamente.

Podemos concluir que a de todas foi a Samsung quem mais cresceu. Ainda assim, o mercado dos wearables é dominado pela Xiaomi, com a Apple em segundo lugar e a uma boa distância.

Numa última nota, também a Huawei deu claras intenções de querer singrar neste mercado. Para tal conta também com o novo relógio inteligente (smartwatch) o Huawei Watch GT.

Editores 4gnews recomendam:

Samsung, Huawei, Apple e Xiaomi lideram no 3º trimestre do ano – Gartner

Samsung volta a mentir na promoção da fotografia do seu smartphone

Coluna bluetooth à prova de água por pouco mais de 10€

Fonte | Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).