Samsung acusa o advogado da Apple de racismo e pede a novo julgamento

Filipe Alves

Se você é como eu e gosta da novela entre a Samsung e a Apple, então temos mais um episódio. A equipa da Samsung está a solicitar um novo julgamento, mesmo antes de este acabar. De acordo com a Bloomberg, o conselho legal da Samsung acusa o advogado principal da Apple a fazer uma "observação preconceituosa ", durante as alegações finais do julgamento mais recente. O júri está a deliberar quanto Samsung deve exactamente a Apple, mas a resposta pode não importa, da última vez, a Samsung pagou à Apple 1 Milhão de dólares em moedas de 1 cêntimo, exactamente 30 camiões de TIR.

Basicamente, o advogado da Apple sugeriu que , certa vez, as TVs que os americanos tinham foram construídas nos Estados Unidos. Agora, a maioria das TVs não são feitos nos EUA, o com o comentário "Nós todos sabemos o que aconteceu", com isto parecia sugerir que os Sul-Coreanos forçaram os fabricantes de TV dos Estados Unidos para parar de fazer televisões devido aos elevados prejuízos que começaram a ter. Advogado da Apple , Harold McElhinny , argumentou que ele não disse nada sobre a raça e nunca disse a palavra "asiático", que teria identificado uma raça específica.

Obviamente, ambas as equipas estão fartas uma da outra neste momento e estão claramente tentando encontrar qualquer coisa possível para deixar a sala do tribunal com uma vitória. O Juiz Koh , que vem presidindo o caso, não parece seduzido pelo argumento de corrida da Samsung desta vez. Veremos no que vai dar! Em quem aposta? Fonte: Bloomerang

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.