#RipFortnite chega às tendências no Twitter! Rivais continuam a ganhar terreno

Vitor Urbano
Comentar

Praticamente desde o seu lançamento em 2017 que o Fortnite conseguiu conquistar o título de "Rei dos Battle Royale", iniciando uma onda de popularidade que acabou por resultar em diversos novos jogos. Durante muito tempo as únicas opções viáveis era o PUBG e o Fortnite, mas durante o último ano, esse cenário sofreu grandes alterações.

Desde então, vimos ser lançados jogos extremamente populares como o Apex Legends e clássicos como Call of Duty e Battlefield lançaram também as suas próprias versões Battle Royale. Agora, parece que a pressão da concorrência começa a afetar a popularidade do Fortnite, prova disso é o facto da hashtag #RipFortnite estar nas tendências do Twitter.

#RipFortnite Twitter

Obviamente, isso não significa que o Fortnite vai desaparecer, ou que vão deixar de haver milhões de jogadores ativos do "dia para a noite". No entanto, é claramente um sinal de que a Epic Games está a falhar num dos seus principais pontos fortes, conseguir manter os jogadores "viciados no jogo" graças às suas constantes implementações.

Epic Games começa a apresentar dificuldades em aliciar os seus milhões de jogadores

Durante muito tempo, um dos grandes pontos fortes do Fortnite, foi o constante lançamento de novo conteúdo e as aliciantes alterações na sua ilha. No entanto, parece que passados três anos, a Epic Games está finalmente a começar a apresentar dificuldades em conseguir manter os milhões de fãs contentes com as suas novidades.

Já há algum tempo que vêm sido lançadas muitas críticas ao estúdio, havendo sempre alguns detalhes nas atualizações que cria alguma controvérsia entre a comunidade do Fortnite.

Recentemente, além de implementações controversas, são muitos os utilizadores que se queixam da instabilidade dos servidores. No entanto, considerando a "quarentena global" que foi imposta, parece pouco provável que a Epic Games possa ser responsabilizada por estes problemas.

Rivais do Fortnite continua a ganhar terreno com ofertas aliciantes

Hoje em dia a oferta no segmento "Battle Royale" é extremamente rica, existindo uma opção ideal para todo o tipo de jogador. Ao longo dos últimos meses continuámos a ver títulos como o Apex Legends e PUBG a crescer em números de utilizadores ativos, muito graças às constantes atualizações.

Mais recentemente, vimos ser lançado o novo Call of Duty WarZone, disponível gratuitamente e com uma qualidade impressionante. O WarZone está num patamar tão elevado que, conseguiu dizimar os recordes de utilizadores ativos estabelecidos pelo Fortnite e Apex Legends.

Apesar de continuar a ser o jogo Battle Royale com mais jogadores ativos, o Fortnite precisa de voltar a inovar neste segmento cada vez mais competitivo. Caso contrário, poderá acabar mesmo por ter a sua liderança ameaçada muito em breve.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.