Rick and Morty Adult Swim Pickle Rick
Pickle Rick é um dos episódios mais icónicos da série.

Uma série que se tornou de culto. Momentos icónicos como o Get Schwifty e o Pickle Rick estão bem vivos na memória dos fãs. Rick and Morty foi renovada pela Adult Swim num contrato de 70 episódios, que pode levar a série a estar no ar por mais uma década.

A série tem apenas três temporadas até à data, com 31 episódios. Números que tornam este contrato ainda mais importante. Trata-se de mais do dobro de tudo o que já vimos até agora. E o anúncio, feito pelos criadores da série, não podia ser mais ao estilo Rick and Morty.

Vê ainda: ZUK Z5 da Lenovo vai quebrar corações no ”mundo” Android

Na página oficial de instagram de Dan Harmon, um dos criadores, é feito um vídeo no duche em que ambos falam de “voltar ao trabalho”. Feita a divulgação, é possível ler a entrevista que Dan Harmon deu à GQ. Ao ter um acordo de 70 episódios, há um comprometimento que vai permitir aos criadores o foco total na série.

Rick and Morty pode ficar no ar por mais uma década

Num processo de negociação com avanços e recuos, Dan Harmon e Justin Rolland olham agora com bastante confiança para o futuro. Tendo em conta que passa a haver uma estrutura onde podem agora fazer o que querem, que é investir todo o tempo no projeto.

Neste momento ainda não há dados de como os episódios vão ser divididos por temporadas. No entanto, se de o padrão de 10/11 episódios for seguido com intervalos de 18 meses entre temporadas, podemos esperar uma série para a próxima década.

 

A série é transmitida pela Adult Swim (canal para adultos do Cartoon Network) desde 2013. Também disponível na Netflix, segue as aventuras do cientista bêbedo Rick e do seu desnorteado neto Morty. É uma das série com maior culto entre os Millenials e tem agora a renovação merecida.

Outros assuntos relevantes:

Xiaomi trará compatibilidade com a Google Assistant nestes 3 gadgets

Microsoft quer trazer iMessage do iOS para Windows 10

Android. Aproveita descontos em smartphones Homtom

ViaTheGuardian
FonteGQ
Bebe das canções de Manel Cruz, das idiossincrasias de Bruno Aleixo e dos planos de Quentin Tarantino. A escrita está-lhe no sangue, e o amor à tecnologia é uma boa desculpa para o mostrar a quem queira ler.