Steve Wozniak Apple
Steve Wozniak, co-fundador da Apple

Steve Wozniak, o co-fundador da Apple acredita que o futuro e as grandes inovações tecnológicas não sairão de Cupertino e da empresa que ajudou a fundar. Fiel ao seu carácter irreverente e por vezes muito pouco ortodoxo, o senhor Woz durante uma entrevista à rede de informação Bloomberg Canadá.

Vê ainda: Essential Phone: o smartphone criado pelo “pai” do Android

Antes de mais, enquanto co-fundador da Apple, Steve Wozniak saberá certamente uma coisa ou duas no que diz respeito a inovações e grandes revoluções tecnológicas. Aliás, ele construiu umas quantas, na sua garagem. Posto isto, para Steve Wozniak o futuro pertence à Tesla e ao sul-africano Elon Musk cujo espírito empreendedor é, ao mesmo tempo, brilhante e perturbador.

   

Durante a entrevista em que se debatia o sucesso do Tesla Model S, Steve Wozniak disse que o produto teve tanto sucesso e funcionou na prática porque Elon concebeu e construiu o carro para si mesmo. “Quando as coisas são criadas para ti mesmo, sabendo o que gostarias de ver num produto e controlando todos os aspectos da sua produção…é aí que surgem os melhores produtos”, disse Woz.

Ao debater alguns nomes de grandes empresas no mundo da tecnologia que acabaram por revolucionar o passado e criar este presente em que virtualmente todos nós temos um computador pessoal, um telemóvel inteligente (smartphone) e acesso à Internet, Steve Wozniak mencionou as suas marcas favoritas. Para ele a Tesla, a Google o Facebook, a Apple e a Microsoft são as mais importantes. Realça ainda que todas elas surgiram da mente de jovens empreendedores e, nenhuma delas, fruto de Wall Street e do grande setor empresarial.

“Olhem para a Google, o Facebook, a Apple, a Microsoft, todas elas mudaram o mundo, tal como a Tesla. Criadas por pessoas jovens e não grandes empresários” – Steve Wozniak

O tamanho, sucesso e o simples fato de praticamente dominar, a par da Samsung, o mercado dos dispositivos móveis pode ser um estorvo para a Apple. Devido às suas dimensões a Apple pode estar em desvantagem no que toca a criar a próxima revolução tecnológica.

A empresa de Cupertino conta com mais de $286 mil milhões de dólares nos seus cofres e, apesar de ser um reflexo do seu sucesso, para Steve Wozniak não é indicador de motivação para a criação do próximo “passo em frente”. Será que o iPhone 8, caso efetivamente seja apresentado, pode mudar o panorama tecnológico atual?

Outros assuntos relevantes:

Se o LG V30 for assim digo adeus ao Google Pixel

Apple continua a explorar falhas do Android para atrair novos utilizadores

Queres um OnePlus 5 de forma completamente gratuita?

ViaCNET
Fontebloomberg
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).