Relógio da Google pode estar a caminho com esta compra! ​

Vitor Urbano

Já há algum tempo que parece que o mundo dos smartwatches WearOS estagnou, existindo apenas algumas fabricantes a lançarem novos wearables de destaque. A fabricante de maior destaque é a Fossil, e ao que tudo indica estará perto de fechar um acordo com a Google.

Ao que tudo indica, a Fossil vai vender parte da sua tecnologia para smartwatches à empresa de Mountain View, num negócio que deverá rondar os 35 milhões de euros. É possível que este negócio acabe por dar origem ao 'prometido' relógio da Google.

Fossil Relógio da Google WearOS

Os detalhes deste negócio não são totalmente conhecidos, sendo que apenas se sabe alguns pormenores (ainda por confirmar). Parece que para além da venda da tecnologia, também uma equipa de developers da Fossil irá ser transferida para a Google. Ainda que não se saiba ao certo qual será o seu projeto. Acredita-se que poderá ser o desenvolvimento do primeiro relógio da Google.

Fossil poderá 'ajudar' a tornar o primeiro Relógio da Google uma realidade

Já há muitos anos que ouvimos falar da possível chegada do primeiro relógio da Google. Tendo-se até falado que três modelos distintos poderia ser apresentados junto com os Google Pixel 3.

Por outro lado, Miles Barr - responsável pelo WearOS - afirmou que a empresa de Mountain View ainda não estaria pronta para lançar o seu primeiro smartwatch. Realçando ainda que apenas o iria fazer quando conseguissem desenvolver um produto que conseguisse agradar à esmagadora maioria dos utilizadores.

Esta aquisição por parte da Google deixa muitas hipoteses no ar, mas traz-nos (por enquanto) muito pouca informação concreta. Sabe-se no entanto que, uma vez finalizado o negócio, a Fossil terá de licenciar à Google qualquer novo produto que tire proveito da dita tecnologia.

Fossil Sport WearOS smartwatch

Quais serão afinal os planos da Google?

Depois de deixar o WearOS 'esquecido' durante bastante tempo. A empresa já demonstrou durante os últimos meses que está decidida em melhorar consideravelmente o sistema operativo. Desta forma, espera conseguir tornar-se numa verdadeira ameaça ao Apple Watch.

Por isso mesmo, é complicado perceber se este negócio estará relacionado com o possivel desenvolvimento do primeiro relógio da Google. Ou se a empresa está apenas a investir na evolução e desenvolvimento do WearOS.

Uma coisa é certa, em qualquer um dos casos, os amantes dos smartwatches com WearOS irão sair a ganhar.

Editores 4gnews recomendam:

Smartwatch: Google WearOS 2.3 chega a alguns equipamentos!

Smartwatch: Ticwatch E2 e S2 são oficiais com WearOS da Google

Samsung insiste em não trazer WearOS no seu futuro smartwatch

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.