Rede social TikTok é criticada pela Organização Europeia de Consumidores

Rui Bacelar
Comentar

A rede social mais viral dos últimos anos, o TikTok, é detida pela empresa chinesa ByteDance e com a sua crescente popularidade surgem também sinais de alerta nos Estados Unidos da América, e mais recentemente também na Europa.

Sendo particularmente popular entre os adolescentes, o TikTok é agora alvo de críticas perante o caráter dúbio dos seus Termos e Condições de serviço que, para a Organização Europeia de Consumidores BEUC, favorece apenas a empresa asiática.

A rede social TikTok é alvo de críticas na Europa

Segundo avança a agência Reuters, a queixa foi avançada pelo grupo europeu de defesa do consumidor - BEUC - que aponta vários problemas com o funcionamento da rede social. Mais concretamente, com os seus Termos e condições de serviço.

"Não são claros, são ambíguos e favorecem o TikTok em detrimento dos seus utilizadores. Os termos e direitos de autor são igualmente injustos ao darem à TikTok o direito irrevogável de usar, distribuir e reproduzir os vídeos colocados pelos utilizadores na plataforma, sem hipótese de remuneração para estes.", avança a BEUC na sua crítica à rede social.

A agência aponta ainda o dedo ao sistema de compras de presentes na aplicação. Mediado pelas moedas virtuais que podem ser compradas com dinheiro real e usar para comprar presentes virtuais a enviar às celebridades e criadores da sua preferência.

A Organização Europeia de Consumidores aponta várias práticas da rede social TikTok

Este é outro dos pontos problemáticos detetados pela BEUC, denunciando os termos enganadores e potenciadores de mau uso.

A TikTok é incapaz de proteger crianças e adolescentes da publicidade apresentada e do conteúdo potencialmente danoso que é apresentado e distribuído pela plataforma", comenta a BEUC.

De igual modo, a BEUC aponta ainda que a empresa procede a um tratamento de dados dos utilizadores enganador, indo além daquilo que declara nos seus termos de serviço.

As críticas avançadas agora por esta entidade europeia encontram apoio nas queixas de organizações similares em mais de 15 países que já altertaram as autoridades competentes nos respetivos países.

No que lhe concerne, a TikTok estará a desenvolver um sumário, de fácil compreensão, onde os utilizadores possam ver e saber o que é feito com os seus dados, e como é respeitada a sua privacidade.

Editores 4gnews recomendam:

  • Motorola lança dois novos smartphones baratos na Europa!
  • Clubhouse: como receber convite e como funciona a nova rede social
  • Estalou o verniz entre Apple e Facebook! Zuckerberg quer 'infligir dor' na rival
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt