Realme vai lançar ataque à Xiaomi Mi Band já em 2020!

Vitor Urbano
Comentar

A Realme continua a apresentar-se como uma das mais impressionantes fabricantes da atualidade, continuando a crescer a olhos vistos. Durante 2019, além de melhorar consideravelmente a qualidade dos seus smartphones, aventurou-se também no segmento dos acessórios e wearables, lançando powerbanks e mais recentemente, earphones sem fios.

O CEO da fabricante, Madhav Sheth, revelou planos muito interessantes que a marca tem para 2020. Durante o 13º episódio da série #AskMadhav no canal da Realme no YouTube, o CEO confirmou que irão lançar a sua primeira smartband durante a primeira metade de 2020.

Realme tem tudo para ameaçar domínio da Xiaomi Mi Band

Esquecendo as habituais acusações de copiarem a Xiaomi, a Realme tem conseguindo utilizar o sucesso da rival chinesa para o seu próprio benefício. Prova disso mesmo é a grande popularidade que já conseguiram conquistar na Índia e China, os dois maiores mercados do mundo.

Além disso, a fabricante começou também a aventurar-se na Europa, onde está a ganhar cada vez mais fãs.

A linha Xiaomi Mi Band é a mais popular no segmento de smartbands à vários anos, apresentando grandes melhorias todos os anos. Até agora, nenhuma marca conseguiu lançar um produto que conseguisse apresentar-se como um sério rival à Mi Band, mas a Realme poderá ser a primeira.

Considerando os resultados obtidos com as suas estratégias para o lançamento de smartphones, tudo indica que a Realme sabe exatamente o que fazer para garantir o sucesso da sua primeira smartband. Muito provavelmente irão inspirar-se (seriamente) na Mi Band, analisando quais são as suas funcionalidades mais populares.

A cereja no topo do bolo será certamente o seu preço, que terá obrigatoriamente de colocar-se (no mínimo) lado a lado com a oferta da Xiaomi.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.