Realme vai estrear a tecnologia de carregamento rápido de 125W na Europa

Carlos Oliveira
Comentar

A Oppo foi a primeira empresa a lançar uma tecnologia de carregamento rápido com uns impressionantes 125W de potência. Fazendo a Realme parte da empresa, é natural que também venha a abraçar essa tecnologia e já sabemos onde esta será lançada pela primeira vez.

Através do Twitter, o líder da Realme para a Europa confirma que o primeiro smartphone da marca com carregamento rápido de 125W será lançado na Europa. Só resta saber quando será revelado e qual o modelo escolhido.

Carregamento rápido de 125W chegará à Europa pelas mãos da Realme

A publicação de Madhav Sheth não nos revela muito e curiosamente é ilustrada com um carregador que não é compatível com as tomadas europeias. Ainda assim, Sheth foi bastante claro a indicar que o velho continente será o local de estreia para esta impressionante tecnologia.

Confirmada que está a intenção da Realme, faltam-nos agora pormenores adicionais sobre o equipamento que contará com este carregamento rápido. O modelo escolhido e a data da sua revelação são dados que iremos descobrir ao longo das próximas semanas.

Com sensivelmente três meses para o término de 2020, não resta muito tempo à Realme para abanar o mercado com esta tecnologia. Por isso, não deverá tardar até que os tão desejados pormenores acerca desse misterioso equipamento sejam divulgados.

Carregamento rápido de 125W promete tempos impressionantes

Aquando da sua apresentação oficial, a Oppo mostrou todo o potencial da nova tecnologia de carregamento rápido. Com uma potência de 125W, a marca promete carregar totalmente uma bateria de 4000mAh em apenas 20 minutos.

Estes números impressionam, mas existe o lado reverso da moeda, explicado precisamente pela Oppo. Com estas velocidades de carregamento, a saúde da bateria do teu smartphone irá sofrer bastante.

Segundo os dados da Oppo, após 800 cargas a bateria do smartphone perderá 20% da sua capacidade original. Para teres uma ideia mais clara do impacto disso, a empresa refere que o carregamento rápido a 65W compromete apenas 9% da saúde da bateria no mesmo período.

Em todo o caso, devemos referir que 800 cargas significam sensivelmente dois anos de utilização. Mesmo passado esse tempo, o smartphone continuará a funcionar perfeitamente, simplesmente não te dará a mesma autonomia que deu quando o tiraste da caixa.

Editores 4gnews recomendam:

  • OnePlus 8T trará algo que ainda muito poucos smartphones têm
  • Xiaomi Mi 10T Lite: smartphone barato tem características reveladas
  • Google Pixel 5 não vai impressionar com o preço, mas sim com materiais de construção
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.