Realme procura voluntários para testar o seu misterioso Project X

Carlos Oliveira
Comentar

A Realme é um sub-marca da Oppo que tem vindo a ganhar destaque no mercado nos últimos tempos. Agora, a empresa está à procura de gente para participai na fase beta do seu misterioso Project X.

A novidade foi dada por um dos administradores do site de fãs da Realme. Sem levantar muito o véu sobre o propósito deste programa, a marca impõe apenas três requisitos para poderes participar:

  • Ser detentor de um Realmo 3 Pro
  • Ter experiência no teste de software ainda em desenvolvimento
  • Todo o feedback deve ser submetido em inglês

No caso de preencheres estes requisitos, podes inscrever-te já no programa preenchendo o formulário deixado pela marca.

Project X deverá ser relacionado com uma nova versão de software

Mesmo sem revelar grandes pormenores face ao Project X, os requisitos impostos quase que nos dá todas as informações necessárias. Em primeiro lugar, a imposição de ser detentor de um Realme 3 Pro indica que se trata de algo específico para este modelo.

Em segundo lugar, a experiência exigida em testes de software em beta demonstra que tudo irá girar em volta de um novo software. Já a imposição de o feedback ser em inglês permite que qualquer pessoa no globo possa participar no programa.

Realme 3 Pro estará prestes a receber o Android Q?

Esta é uma das primeiras respostas que vem à cabeça depois de lidas todas as informações dadas pela marca. Caso seja esse o objetivo, faz todo o sentido que a marca procure utilizadores com esse smartphone e com experiência na deteção de bugs.

Por outro lado, a Realme poderá estar a desenvolver uma interface substituta à ColorOS que vigora nos seus smartphones. Mas se fosse esse o caso, talvez não fosse indispensável que os beta testers possuíssem um Realme 3 Pro.

Seja como for, nos próximos tempos deveremos ficar a conhecer mais pormenores sobre do que realmente se trata o misterioso Project X.

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.