Realme: novo smartphone vai ter capacidade para monitorizar a pressão arterial

Mónica Marques
Comentar

É já no próximo dia 15 de fevereiro que a Realme vai apresentar a sua nova série de smartphones que inclui o modelo 9 Pro+.

Agora para despertar ainda mais o interesse dos utilizadores, a Realme divulgou uma funcionalidade invulgar que o modelo 9 Pro+ vai incluir: monitorização de tensão arterial, tal como alguns smarwatches já o fazem.

Sensor de frequência cardíaca está integrado no ecrã do Realme 9 Pro+

Realme 9 Pro+
Cartaz publicado pela Realme a mostrar uma nova funcionalidade de saúde no modelo 9 Pro+

A nova série de smartphones Realme 9 Pro tem sido alvo de muitos rumores no mundo Web que inclusive já revelaram as especificações cruciais dos dois modelos que compõem a mais recente linha da marca.

Como se isso não fosse suficiente para despertar a atenção do mundo high-tech, hoje a Realme partilhou uma funcionalidade nada habitual em smartphones, mas que vai ser incluída no modelo 9 Pro+. Trata-se do recurso de monitorização de pressão arterial.

Pelo o que conseguimos ver na imagem publicada pela marca, o Realme 9 Pro+ é capaz de monitorizar a pressão arterial do utilizador, através de um sensor de frequência cardíaca integrado no ecrã do smartphone.

Não é a primeira vez que vimos esta funcionalidade num smartphone. Recorde-se que há uns anos a Samsung disponibilizava este recurso nos seus modelos topo de gama. No entanto, graças ao facto de os smartwatches se terem vindo a concentrar nos recursos de saúde, esta prática caiu em desuso, sendo hoje muito rara encontrá-la em smartphones.

Mas parece que a Realme quer alterar tudo e irá integrar a referida funcionalidade de saúde no seu próximo modelo.

O que podemos esperar ver no Realme 9 Pro+

Realme 9 Pro
Os modelos Realme 9 Pro e 9 Pro+ têm diferenças no ecrã e no suporte para carregamento rápido Crédito@OnLeaks

Entretanto, foi já revelado que o Realme 9 Pro+ vai ter aos comandos o processador MediaTek Dimensity 920 emparelhado com 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

É também apontado que o terminal não vai contar com uma entrada para cartões microSD para expansão da memória interna. No entanto, este facto controverso carece ainda de uma confirmação.

A alimentar o Realme 9 Pro+ estará uma bateria de 4500 mAh com suporte para carregamento rápido de 65 watts. E esta funcionalidade estará apenas disponível neste modelo, uma vez que a bateria de 5000 mAh do Realme 9 Pro está limitada a 33 watts no carregamento rápido.

O Realme 9 Pro+ vai também contar com um ecrã AMOLED de 6,43 polegadas com uma taxa de atualização de 90 Hz. Aqui é ultrapassado pelo modelo 9 Pro que integra um ecrã de 6,59 polegadas com uma taxa de atualização de 120 Hz.

De resto, o 9 Pro+ da Realme apresenta uma configuração de câmara traseira tripla, cujo sensor primário será o Sony IMX766 de 50 megapixéis.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.