Realme apanhada a usar iPhone em apresentação, depois da batota no AnTuTu

Bruno Coelho
Comentar

A jovem marca Realme não vive os dias mais fáceis no que diz respeito a credibilidade. Recentemente foi apanhada a fazer “batota” na classificação do recém-lançado Realme GT na plataforma de benchmark AnTuTu. A plataforma acabaria mesmo por banir o smartphone por este ter usado software indeviado.

Durante a apresentação do Realme Narzo 30A no Bangladesh, a empresa com ligações à Oppo foi novamente apanhada em falso. A situação foi ainda mais constrangedora já que, numa demonstração do equipamento, foi apanhada a usar um iPhone durante um vídeo de apresentação.

A empresa contou com streamers a jogar naquilo que seria um Narzo 30A. No entanto, o aviso de “Guided Access”, que é exclusivo dos iPhone, fez soar os alarmes de que estaria a ser usado um telemóvel da Apple na demonstração.

Notificação exclusiva do iPhone apareceu em demonstração do Realme Narzo 30A
Notificação exclusiva do iPhone apareceu em demonstração do Realme Narzo 30A

Esta mensagem de “Guided Access Started” (que podes ver acima) é exclusiva do iOS. E imediatamente a Realme se apressou a comentar o sucedido, admitindo que “devido à pandemia o vídeo de lançamento do Narzo 30A foi gravado com antecedência”.

A marca refere que o Narzo 30A foi o smartphone a ser usado pela equipa A1 de ESports. Contudo, afirmam que “um ficheiro errado foi acidentalmente enviado para o produtor, que levou ao aparecimento de um smartphone que não é da Realme (o iPhone) no vídeo”.

Resta aos consumidores avaliarem mais esta ação, depois da "fraude" que foi a pontuação do Realme GT no AnTuTu.

#RealmeGT Antutu benchmark using "competition mode". Pretty crazy score! pic.twitter.com/55EIRHOfJf

— Frankie Herrera (@frankie_tech) 15 de março de 2021

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.