Qualcomm muda de nome de processador por falta de números

Mónica Marques
Comentar

A Qualcomm revelou o seu mais recente processador Snapdragon 8 Gen 1 no seu evento Technology Summit.

Mas a grande surpresa foi mesmo a mudança de nome do processador e, quando nada o fazia prever, a explicação para esta alteração surpreendeu ainda mais.

Falta de números leva Qualcomm a alterar nomenclatura dos seus processadores

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1

Foi no seu evento Technology Summit que a Qualcomm apresentou oficialmente o tão aguardado processador Snapdragon 8 Gen 1. Com a sua arquitetura atualizada, o novo processador já ultrapassou a fasquia de 1 milhão no ranking de pontuação da AnTuTu, o que está a criar expetativas elevadas para os smartphones que aí vêm equipados com o chip.

Mas, na realidade, o factor que mais surpreendeu os utilizadores foi a Qualcomm ter alterado a designação do chip. A anterior lógica de nomenclatura era bastante intuitiva e muito fácil de lembrar. Todos sabíamos que a série 8 do Snapdragon tinha um desempenho superior à série 7, assim como o Snapdragon 888 era melhor do que o Snapdragon 870.

Mais eis que a Qualcomm baralha tudo e volta a dar, agora na forma de Snapdragon 8 Gen 1. Depressa surgiu a pergunta: porque razão a marca alterou o nome dos processadores? E a resposta foi dada por Don, McGuire, vice-presidente e diretor de marketing da Qualcomm.

De acordo com o responsável, a mudança fica a dever-se à falta de números. É uma explicação surpreendente, mas tem lógica. Se pensarmos bem, a seguir a 888, deveria vir o Snapdragon 898, depois passaríamos possivelmente para a série 9 com o 999 e depois? convenhamos que Snapdragon 1000, é um nome sonante, mas o que aconteceria com a nomenclatura dos processadores de média e baixa gama? Também subiriam um número?

Estas são perguntas que ficam por responder, uma vez que a Qualcomm antecipou todas estas situações aos alterar o nome para uma lógica que compreende um número e uma geração e ainda agora conhecemos a primeira geração, o que dá muitos anos pela frente à marca.

Snapdragon passa a ser uma marca independente da Qualcomm

Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1
Várias marcas de smartphones confirmaram já a presença do Snapdragon 8 Gen 1
nos seus modelos

Outro dos anúncios feitos pela marca é que, daqui em diante, a marca Snapdragon irá ser promovida de forma independente da marca Qualcomm. E, Don McGuire, fez questão de recordar que no mercado chinês, a Snpadragon sempre foi promovida como marca autónoma, sem o nome Qualcomm associado.

Por isso, a empresa decidiu que esta será a estratégia usada a nível global. De acordo com o mesmo responsável, muitos utilizadores reconhecem o nome Snapdragon, mas não conhecem a marca Qualcomm. E para que nenhuma das duas marcas seja afetada, no futuro vão passar a ser promovidas de forma independente uma da outra.

Smartphones que vão integrar o novo Snapdragon 8 Gen 1

Motorola Edge 30 Ultra
O Motorola Edge 30 Ultra tem apresentação prevista para 9 de dezembro Crédito@OnLeaks/91Mobiles

E quais vão ser os smartphones a integrar o novo processador da Qualcomm. Para já, acredita-se que vão ser estes modelos

Xiaomi 12

A marca chinesa foi a primeira a confirmar que vai integrar o novo processador Snapdragon 8 Gen 1 na sua linha topo de gama Xiaomi 12. Aliás, é uma espécie de tradição a Xiaomi apresentar os primeiros smartphones equipados com os processadores mais recentes da qualcomm, tal como aconteceu com o Xiaomi Mi 11. Mas desta vez, a gigante chinesa pode ser ultrapassada.

Motorola Edge 30 Ultra

Ao que tudo indica, desta vez será a Motorola a apresentar o primeiro smartphone com o novo processador Snapdragon sob a forma do Edge 30 Ultra. A marca tem previsto apresentar oficialmente o novo modelo já no dia 9 de dezembro enquanto que a Xiaomi poderá mostrar ao mundo a série 12 só no dia 28 deste mês.

Realme GT 2 Pro

Recentemente foi avançado que o GT 2 Pro da Realme seria também alimentado pelo Snapdragon 8 Gen 1. A juntar a um processador de topo estão as restantes especificações técnicas que incluem uma memória RAM de 12 GB e um ecrã WQHD+ de 6,8 polegadas com uma taxa de atualização de 120 Hz.

Oppo Find X4

Por sua vez, a OPPO também já confirmou a integração do novo processador Qualcomm no seu modelo Find X4. E a avaliar pelos últimos smartphones desta linha, as expetativas sobre este modelo continuam a aumentar.

Samsung S22

Por fim, a Samsung. Tal como é hábito, a gigante sul-coreana vai lançar a série S22 com o seu processador Exynos 2200, assim como com processadores da Qualcomm. Tudo depende da região de lançamento. Ao que tudo indica, serão os Estados Unidos da América a usufruir do flagship Samsung equipado com o novo processador Snapdragon enquanto que a Europa terá acesso ao modelo Exynos.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.