PUBG Mobile e 117 outras apps chinesas foram banidas da Índia

Rui Bacelar
Comentar

O governo da Índia acaba de banir um total de 118 aplicações para dispositivos móveis maioritariamente oriundas da China. Entre as apps banidas temos o popular jogo battle royale, PUGB Mobile e PUBG Mobile Lite da Tencent Holdings Lts.

As tensões entre ambos os países continuam a escalar, com a Índia a justificar esta ação citando preocupações com o uso abuso e/ou indevido dos dados e informações dos utilizadores. De acordo com a agência Reuters a medida já foi aplicada.

Após o TikTok, também o PUBG Mobile foi banido na Índia

Government blocks 118 mobile apps which are prejudicial to sovereignty and integrity of India, Defence of India, Security of State and Public Order: Govt of IndiaPUBG MOBILE Nordic Map: Livik, PUBG MOBILE LITE, WeChat Work & WeChat reading are among the banned mobile apps. pic.twitter.com/VWrg3WUnO8

— ANI (@ANI) 2 de setembro de 2020

As autoridades indianas deram a saber, em comunicado à imprensa veiculado pelo ministério competente, que a opção pelo bloqueio destas apps se prende com o "roubo e apropriação" de dados dos utilizadores para servidores fora da Índia.

Mais concretamente, expressaram várias preocupações com as "atividades prejudiciais para a soberania e integridade da Índia, a defesa da Índia, a segurança do estado e da ordem pública".

A medida vem no seguimento das medidas tomadas a 29 de junho pelo governo indiano que obrigaram à retirada da popular app da Play Store e App Store. De igual modo, aplica-se assim o mesmo destino a um total de 118 apps de origem chinesa.

De igual modo, já anteriormente, a 27 de julho, foram noticiadas tensões entre a Índia e a China, nessa instância envolvendo diretamente o PUBG Mobile e COD Mobile, tendo este último escapado à medida agora aplicada.

Além do PUGB Mobile foram banidas outras apps bastante conhecidas como o AFK Arena, Baidu, várias aplicações da WeChat, bem como o APUS Launcher, ou o jogo Rules of Survival, entre outras.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.