PS5: japoneses esquecem pandemia e provocam caos durante reposição de stock

Abílio Rodrigues
Comentar

Os problemas de escassez de stock da PlayStation 5 são crónicos em todas as regiões do planeta e o país natal da Sony não é exceção. Apesar da PS5 não estar a ter a procura desejada no país do sol nascente uma reposição recente de stock na cadeia de lojas Yodobashi Camera acabou numa confusão indesejável em plena pandemia.

Vários fãs da consola de nova geração da Sony amontoaram-se no interior de uma das lojas na esperança de obter uma unidade da consola. O receio pela segurança e saúde pública foi de tal ordem que a venda acabou por ser cancelada e todos voltaram para casa de mãos a abanar.

PS5 leva japoneses a esquecerem a pandemia

They cancelled the sale due to people being insane!! Pushed so hard even the cash registers and staff went backwards. I've never seen that kind of insanity in japan before...

— Dave Gibson ⠿ POKEMON🗼 (@AJapaneseDream) 30 de janeiro de 2021

O Japão tem uma forma peculiar de lidar com a procura extrema por determinados tipos de produtos, que serve também para mitigar o problema dos scalpers.

Os nipónicos recorrem a um sistema conhecido como "chuusen," que nada mais é que uma forma aleatória de distribuição. Neste caso, as PS5 são vendidas numa espécie de lotaria, que os japoneses consideram uma forma mais justa de lidar com a procura por bens escassos.

No caso particular desta venda, as coisas estavam a decorrer com normalidade até os funcionários da loja começarem a distribuir os bilhetes.

Foi aí que se deu início ao caos com um enorme grupo de pessoas a juntar-se no interior da loja, sem qualquer respeito pelas normas de segurança impostas pela pandemia da Covid-19.

Os responsáveis pela loja começaram também a temer pela segurança de todos os envolvidos, já que não faltaram empurrões entre clientes para garantirem um bilhete que lhes daria acesso à consola.

A febre da PlayStation 5 parece não ter fim à vista

O Japão tem uma das sociedades mais organizadas e respeitadoras do mundo, mas parece que a febre da PS5 toca a todos e faz esquecer que vivemos uma altura particularmente delicada em termos de saúde pública.

À semelhança do que tem acontecido em várias zonas do globo, as pessoas parecem não olhar a meios para colocar as mãos numa unidade da consola.

Por cá não têm existido problemas com ajuntamentos uma vez que as vendas são feitas exclusivamente online, mas a falta de stock tem motivado diversas queixas em relação às retalhistas nacionais.

Existe ainda o enorme problemas dos scalpers, que parecem ter agora encontrado forma de açambarcar consolas antes sequer destas serem colocadas à venda, explorando falhas nos websites das lojas.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.